27 de Outubro de 2021

Dólar

Euro

Cultura

Jornal Primeira Página > Notícias > Cultura > Eduardo Kebbe comemora 60 anos dedicados à escrita

Eduardo Kebbe comemora 60 anos dedicados à escrita

11/12/2012 11h35 - Atualizado há 9 anos Publicado por: Redação
Eduardo Kebbe comemora 60 anos dedicados à escrita

 

Nesta terça-feira, 11, a partir das 20h, acontece no Teatro do Sesc São Carlos uma encenação teatral baseada nas crônicas de Eduardo Kebbe, em comemoração aos 60 anos que o são-carlense dedica-se à arte de escrever sobre questões relacionadas à cidade para todos os jornais da imprensa de São Carlos. A entrada é franca.

A representação também será radiofonizada e reprisada neste sábado (15) no Programa Ensino Básico em Revista transmitido pela rádio UFSCar, a partir das 13h. O elenco conta com Arlete Chiari, Dirce Semensato, Sara Bonone, Bolívar Romualdo, Fernando Furlan, João Biancolin com participação especial da filha e neto de Eduardo Kebbe, Soraya Kebbe Silva e Pedro Kebbe que também fez as composições musicais. A encenação foi adaptada e dirigida por Dagoberto Rebucci.

Apaixonado pela escrita, Eduardo Kebbe é um talentoso cronista que iniciou sua trajetória como escritor em 1952, com uma crônica em homenagem ao cantor já falecido, Francisco Alves, que na época fazia muito sucesso no Brasil. A partir daí, Kebbe não parou mais, tendo escrito reportagens e artigos sobre diversos assuntos locais. Em 1960 passou a dedicar-se quase que exclusivamente ao ato de escrever crônicas.

O escritor tem dois livros publicados pela editora da Ufscar, os quais reúnem suas crônicas mais significativas. “Retalhos do Cotidiano”, de 1982 e “Postais do Tempo”, de 2007, edição comemorativa dos 150 anos da cidade de São Carlos.

Em entrevista ao jornal Primeira Página, Eduardo fala sobre seu trabalho. “Sempre tive um grande prazer em escrever, posso dizer que esse é meu hobby favorito. Interesso-me por escrever sobre as memórias da cidade desde os tempos da imigração até os dias de hoje, sobre suas ruas, esquinas, prédios, praças e também sobre as pessoas notáveis que tivemos e temos por ai. Sempre tive o hábito de caminhar pela cidade e absorver tudo que ela transmite, ou seja, me defino como um observador do cotidiano”.

Os textos de Kebbe caracterizam-se pela sensibilidade e lirismo que resultam numa prosa poética de surpreendente musicalidade, repletos de observações perspicazes, filosóficas, sociais e memoriais.

“Kebbe é uma pessoa com atitudes cidadãs, suas crônicas não são somente leves, algumas possuem caráter social onde ele faz reivindicações e críticas à sociedade e seus governantes. Trata-se de uma leitura que contém arte por seu linguajar poético e uma atividade física, já que Kebbe faz de suas caminhadas um momento de inspirações”, relata o diretor da encenação e amigo de longa data do escritor, Dagoberto Rebucci.

 

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
1
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x