23 de Setembro de 2021

Dólar

Euro

Cultura

Jornal Primeira Página > Notícias > Cultura > Encontro com o Artista recebe Edith Derdyk

Encontro com o Artista recebe Edith Derdyk

18/09/2012 12h09 - Atualizado há 9 anos Publicado por: Redação
Encontro com o Artista recebe Edith Derdyk

O Encontro Com o Artista no Sesc recebe nesta terça-feira, 18, a partir das 19h, a educadora, artista plástica, ilustradora e escritora, Edith Derdyk com o tema Entre Ser Um e Ser Mil: o livro como possibilidade poética”, que propõe uma reflexão sobre os modos de concepção e produção de livro de artista, livro/objeto, obra/livro, experiências relativamente recentes no cenário artístico brasileiro.

Segundo Edith Derdyk o objetivo deste encontro é informar o público em geral, artistas, estudantes e educadores sobre o assunto, quais são os campos de pesquisa relativos a este gênero artístico “livro de educadores”.

“A ideia é fazer um breve histórico do percurso do livro de artista na história da arte, com apresentação de imagens. Apresentar algumas técnicas de livro como folder, códex, rolo, cortes e costuras. Apresentar possibilidades narrativas que surgem através das relações entre a palavra e a imagem. E conjugar o conhecimento artesanal aos processos industriais”, diz Edith.

Edith Derdyk realizou inúmeros trabalhos gráficos como capaz de livro, capas de disco e ilustrações. Escreveu, ilustrou e publicou diversos livros, entre eles alguns infantis. Inclusive já fez algumas letras para canções infantis, do selo “Palavra Cantada”. Tem participado de exposições coletivas e individuais desde 1981 no Brasil e no exterior entre outros trabalhos.

Seu percurso artístico se baseia no desenho como ponto de partida, derivando outras médias como instalação, gravura, fotografia, vídeo e livro de artista. “A linha é o núcleo poético de toda a minha pesquisa e produção. Sou autora de alguns livros e em 2008 concebi e organizei o livro ‘Disegno.Desenho.Desígnio’, Ed.Senac, onde foram convidados 30 pessoas de áreas distintas para  escrever sobre desenho”, conta Edith.

A artista que se dedica à arte desde criança conta que sentiu uma afinidade quase que biológica com a ação de desenhar. Para ela a arte é fundamental para o cultivo da sensibilidade e para a constituição de subjetividades pensantes, seja hoje, ontem e amanhã. Sendo assim, importante para a formação intelectual de cada indíviduo, começando desde cedo na escola. 

“A arte nas escolas e instituições é matéria-prima para a educação e seu arco de campos de conhecimento. Enquanto a sensibilidade não for considerada experiência fundamental para a construção de nossas inteligências e nossa faculdade cognitiva, toda a informação adquirida será apenas uma rasante breve que logo se perde”, finaliza Edith Derdyk.

 

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x