26 de Maio de 2022

Dólar

Euro

Cultura

Jornal Primeira Página > Notícias > Cultura > Exposição marca 85 anos de criação do Museu Nacional de Belas Artes

Exposição marca 85 anos de criação do Museu Nacional de Belas Artes

Público reduzido poderá apreciar obras incorporadas ao acervo

12/01/2022 07h47 - Atualizado há 4 meses Publicado por: Redação
Exposição marca 85 anos de criação do Museu Nacional de Belas Artes Foto: Marcos Gusmão

O Museu Nacional de Belas Artes (MNBA), no Rio de Janeiro, comemora nesta quinta-feira (13) 85 anos de criação, oferecendo a uma parte reduzida de público a possibilidade de apreciar presencialmente obras incorporadas recentemente ao acervo. A incorporação foi feita por meio do projeto MNBA: Aberto para obras, que acontece às quintas-feiras, no horário das 15h às 16h. As vagas são limitadas a 30 participantes, que podem se inscrever pelo e-mail do museu ([email protected])

O conjunto de obras incorporadas à coleção do MNBA resultou de ação do Ministério Público Federal, da Advocacia-Geral da União e do Instituto Brasileiro de Museus, no fim de 2021. São dez trabalhos do artista Di Cavalcanti (1897-1976), uma obra de Djanira (1914-1979) e outra do artista romeno naturalizado brasileiro Emeric Marcier (1916-1990).

A diretora do MNBA, historiadora Vera Lúcia Mangas, disse que considerou que “esse dia de comemoração dos 85 anos seria bom momento para a primeira apresentação ao público, embora reduzido, não só por causa da obra no espaço, mas pelos cuidados necessários em relação à pandemia. “Vai ser uma primeira apresentação desses trabalhos, obras de arte de extrema relevância para a cultura nacional, além de importante incorporação ao acervo do museu”.

Lava Jato

A incorporação das obras ao acervo foi estabelecida em acordo firmado por Rosana Messer e Dan Messer, esposa e filho, respectivamente, do doleiro Dario Messer, preso no âmbito da Operação Lava Jato. As 12 obras são avaliadas em R$ 13 milhões, sendo que apenas a coleção de dez quadros de Di Cavalcanti tem valor estimado de R$ 10 milhões.

Vera Lúcia Mangas ressaltou que esse é um valor material. “Um conjunto de obras de um artista da relevância de Di Cavalcanti, para museu público, tem valor inestimável. A gente poder apresentar esse conjunto para a sociedade brasileira extrapola o valor monetário”.

Além da exibição dos quadros, haverá palestra sobre o acervo, dada por técnicos do MNBA. A incorporação das peças foi feita próximo das celebrações dos 100 anos da Semana de Arte Moderna de 1922, que ocorreu em São Paulo entre os dias 11 e 18 de fevereiro daquele ano, no Teatro Municipal.

As obras são: Retrato feminino – 1965, Carnaval – 1960, Retrato de duas figuras femininas – 1967, Paisagem com barco – 1971, Três figuras femininas (Mulheres com Bandolim), Figura feminina janelaRetrato de figura feminina – 1967, Figura Feminina e gato, Duas figuras femininas com flor e Seis figuras femininas, todas de Emiliano Di Cavalcanti, além de Vendedor de Abacaxi, de Djanira de Motta e Silva, e Paisagem Urbana, de Emerie Marcier.

As 12 obras foram incorporadas ao museu no fim de 2021 e se encontram atualmente em processo de catalogação e registro, passando ainda por análise da área de conservação. A avaliação é feita para que se possa prever, ainda em 2022, com a conclusão das obras de restauração do museu, sua incorporação ao circuito expositivo, informou a diretora.

Obras

As obras envolvem a restauração das fachadas internas e externas do MNBA e de suas três cúpulas, além da instalação e modernização de toda a parte elétrica e de combate a incêndio. Vera Lúcia estimou que 60% das obras já foram concluídas. A partir de agora, os operários farão a restauração da fachada principal, situada na Avenida Rio Branco, região central do Rio, e das cúpulas. O término está previsto para outubro deste ano.

Projetos para a nova fase do museu já estão sendo analisados. Toda a área técnica está voltada para repensar o circuito expositivo de longa duração. Do mesmo modo, algumas exposições estão sendo finalizadas. “A gente precisa só aguardar a questão dos espaços e das datas para confirmar com segurança”, acrescentou Vera Lúcia.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x