27 de Janeiro de 2022

Dólar

Euro

Cultura

Jornal Primeira Página > Notícias > Cultura > Os primeiros passos para quem quer subir ao altar

Os primeiros passos para quem quer subir ao altar

08/02/2012 19h26 - Atualizado há 10 anos Publicado por: Redação
Os primeiros passos para quem quer subir ao altar

Quem estiver pensando em casar, é preciso saber que há um longo caminho até o dia do sim. Organizar um casamento é uma grande missão que requer dos noivos disposição, paciência e organização já que os detalhes são muitos.

Segundo Tadeu Germano, secretario de Igreja Ctólica, é importante que os noivos providenciem a documentação com alguns meses de antecedência. “Nós orientamos os casais para que tragam os documentos quatro ou três meses antes. Para a cerimônia religiosa é cobrada uma taxa de contribuição referente aos documentos. Caso os noivos não tenham condições, a igreja tem por obrigação realizar a cerimônia mesmo assim”, explica.

“Para realizar a cerimônia no religioso não é obrigatório que o casamento seja feito no civil, inclusive se o casal preferir a igreja realiza o casamento religioso com efeito civil”, afirma Tadeu.

Para o casamento no civil, deve-se dar entrada nos papéis com o mínimo de vinte dias antes e no máximo oitenta dias da data escolhida. “Providenciado os papéis, tem de se esperar quinze dias para averiguação dos documentos, após aprovação o casal estará habilitado para se casar, e deverá acontecer no prazo de três meses”, diz a oficial de cartório Flavia Torresam.

Feito o principal, é hora de começar listar tudo que será necessário para organizar o casamento. Hoje é comum que os casais contratem profissionais especializados em realizar casamentos. A microempresária Luiza Teixeira tentou organizar o próprio casamento, mas quando viu a quantidade de detalhes, decidiu recorrer a ajuda de uma cerimonialista. “Foi o melhor que fizemos, com menos de um ano para providenciar tudo, percebi que sozinha não conseguiria. A cerimonialista me deu todo suporte e acessória para fazer a cerimônia e a festa. Ficou tudo como sempre sonhei e eu não me desgastei”.

A cerimonialista Edna Maia diz que o primeiro passo para começar organizar o casamento é fazer uma checklist, com tudo que os noivos desejam para o dia, tanto para cerimônia quanto para a festa. “Faço várias reuniões com a noiva e a equipe de profissionais que me ajudam. A primeira pergunta é em relação à data marcada, a partir daí começamos a planejar tudo. O ideal que se comece organizar um casamento com dois anos de antecedência, já que as igrejas e os espaços na cidade são bastante concorridos, e assim possibilita que os noivos tenham um prazo maior para pagamentos. Alguns são organizados em pouco tempo, mas saiba que nesses casos tudo terá um custo maior”.

 

(BOX)

Documentos necessários para casamento no civil

 

RG original

Certidão de nascimento atualizada

Duas testemunhas maiores de 18 anos com RG

Se as partes forem divorciadas, levar certidão do casamento averbado divórcio

Viúvos devem apresentar certidão de óbito do (a) falecido (a)

Menores de 18 anos comparecerem com os pais e menor de 16 requerer suprimento de idade com o juiz.

Estrangeiro deve apresentar cédula de identidade ou passaporte, certidão de nascimento traduzida por tradutor público juramentado e registrada no Cartório de Títulos e Documentos e declaração de duas testemunhas com firma reconhecida com relação ao estado civil.

 

Documentos necessários para a igreja católica

 

Copias autenticada do RG e CPF do casal

Comprovante de batismo

Comprovante de residência

Duas testemunhas

 

 

 

Casamento

 

Alguns cuidados são necessários

 

A cerimonialista Edna Maia dá algumas dicas de etiqueta para os casais.

“Em relação à lista de convidados, quando os noivos não podem chamar todas as pessoas que conhecem, eles podem convidar apenas aquelas pessoas que considerem realmente importantes em suas vidas, como por exemplo, a pessoa não precisa convidar a namorada do filho de um casal de amigos ou parente”, fala.

“Para aqueles casais que tiverem amigos ou parentes em outras cidades, eles não têm a obrigação de arcar com os custos de hospedagem e passagens. Uma gentileza que pode ser feita, é fazer reservas em alguns hotéis e passar para o convidado os orçamentos e pedir que eles escolham para que se confirme a reserva”, afirma Edna.

De acordo com a cerimonialista, os convidados que forem para a cerimônia religiosa, devem ser convidados para a festa.

“Não deve haver uma seleção das pessoas que participarão da cerimônia e as que irão à festa. Caso o casal não disponha de condições para fazer uma festa para muitos, eles podem optar por uma recepção reservada, somente para a família. Neste caso, os amigos ficam de fora e os noivos deverão receber os comprimentos ainda na igreja”.

Outra dúvida muito frequente é sobre o acompanhante da noiva para a entrada na igreja caso ela não tenha o pai. Nessa situação, a cerimonialista aconselha que ela peça para um avô, um irmão, ou até o sogro. “A noiva nunca deve entrar sozinha ou já com o noivo, ela deve encontrar alguém”, ressalta.

“Atrasos são inaceitáveis, existe uma tolerância de dez minutos, o que é comum. Quem atrasar demais corre o risco de não conseguir casar, principalmente se houver outro casamento marcado para depois”, finaliza Edna Maia.

 

 

 

 

 

 

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigas
Mais novos Mais Votados
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
suellen alves
suellen alves
9 anos atrás

Boa tarde , gostaria de saber como eu faço para organizar uma festa de casamento ,pois eu estou querendo casar e gostaria de obter algumas informação sobre a festa e ormanemtação

1
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x