6 de Dezembro de 2021

Dólar

Euro

Cultura

Jornal Primeira Página > Notícias > Cultura > Secretaria suspende Grito Rock na Praça Cel. Salles

Secretaria suspende Grito Rock na Praça Cel. Salles

01/03/2013 16h31 - Atualizado há 9 anos Publicado por: Redação
Secretaria suspende Grito Rock na Praça Cel. Salles

A assessoria de imprensa municipal divulgou uma nota afirmando que a Prefeitura de São Carlos, por meio da Secretaria Municipal de Habitação e Desenvolvimento Urbano, suspendeu o evento que seria realizado neste sábado, 2, e domingo, 3, na Praça Coronel Salles, dentro da programação do 6º Grito Rock.

 

Segundo o secretário municipal de Habitação e Desenvolvimento Urbano, Caio Graco, a programação na Praça Coronel Salles foi suspensa porque a organização do evento não entregou toda a documentação necessária para realização das atividades. “A primeira solicitação para a realização do evento foi entregue na Secretaria no dia 8 de fevereiro e nela constava que as atrações poderiam atrair até 30 mil pessoas. Comunicamos que toda a documentação deveria ser entregue até o dia 25 de fevereiro, o que não foi feito. No segundo ofício que recebemos a coordenação do evento já especificou que na verdade somente deveria atrair um público de 3 mil pessoas e na documentação encaminhada para o Corpo de Bombeiros o público estimado foi de 9 mil pessoas. Portanto diante da falta de documentação e do conflito de informações, resolvemos suspender parte da programação do evento que aconteceria na Praça Coronel Salles”, explicou Caio Graco.

Mesmo sem autorização nesta sexta-feira, 1º, pela manhã, a coordenação do 6º Grito Rock iniciou a montagem dos equipamentos na Praça Coronel Salles, o que foi paralisado por determinação de fiscais da Prefeitura, já que eles não cumpriram as exigências legais.

“Não podemos autorizar a realização de um evento que nem mesmo o público esperado se sabe ao certo e, principalmente, porque a documentação exigida para esse tipo de evento não foi entregue. É importante a realização de eventos culturais na cidade, porém não podemos deixar de cumprir a lei”, finaliza o secretário.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x