18 de Janeiro de 2022

Dólar

Euro

Economia

Jornal Primeira Página > Notícias > Economia > Inadimplência do consumidor tem alta de 17,4% em novembro

Inadimplência do consumidor tem alta de 17,4% em novembro

12/12/2011 13h11 - Atualizado há 10 anos Publicado por: Redação
Inadimplência do consumidor tem alta de 17,4% em novembro

A inadimplência dos consumidores cresceu 17,4% em novembro, em relação com o mesmo mês de 2010. De acordo com o indicador Serasa Experian, é a menor alta desde maio.

Já na comparação entre os acumulados do ano, janeiro a novembro 2011/2010, houve um crescimento de 22,4%, o menor desde julho. Na relação mensal, novembro sobre outubro, por sua vez, foi registrada uma discreta elevação de 1,9%.

Os cheques devolvidos por falta de fundos tiveram um crescimento mensal, novembro ante outubro, de 10,4%, contribuindo com 1,1% da variação de 1,9% do indicador. 

A inadimplência das dívidas não bancárias (lojas em geral, cartões de crédito, financeiras, prestadoras de serviços como fornecimento de energia elétrica, água, telefonia etc.) teve uma elevação mensal de 0,9%, contribuindo com 0,4% para o indicador mensal.

Nas dívidas bancárias, a inadimplência cresceu 0,5% no mês, contribuindo com uma evolução de 0,3% do indicador. Por fim, os protestos tiveram um aumento mensal de 12,4% no mês, porém, dada sua baixa representatividade, contribuiram com 0,2% do indicador.

Em nota, os economistas do Serasa dizem que “os dados de novembro confirmam a trajetória descendente da inadimplência do consumidor neste final de ano”.

Ainda segundo a empresa, o aumento de 1,9% em novembro é “resultante da greve dos correios, que atrasou o envio de boletos e faturas para pagamento”

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x