26 de Maio de 2022

Dólar

Euro

Economia

Jornal Primeira Página > Notícias > Economia > Mantega nega que Brasil tenha oferecido recursos ao FMI para ajudar países europeus

Mantega nega que Brasil tenha oferecido recursos ao FMI para ajudar países europeus

08/11/2011 16h23 - Atualizado há 11 anos Publicado por: Redação
Mantega nega que Brasil tenha oferecido recursos ao FMI para ajudar países europeus

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, negou que o Brasil tenha oferecido US$ 10 bilhões para o Fundo Monetário Internacional (FMI) ajudar os países da zona do euro em crise conforme publicado hoje (8) na imprensa nacional. “Não. Não está correto. O Brasil estava disposto a fortalecer o FMI, juntamente com outros países, inclusive com o Brics, mas depende da forma como os europeus têm se posicionado diante da crise”, disse. O grupo conhecido como Brics é formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul – países emergentes que se destacam pela forma como têm conseguido enfrentar a crise internacional.

Segundo Mantega, os europeus precisam cumprir “certas tarefas” como organizar o Fundo Europeu (Feef – Fundo Europeu de Estabilidade Financeira) e utilizar mais os recursos do Banco Europeu. Outro impasse, disse o ministro, se refere ao problema da Grécia que ainda não está totalmente solucionado. “Tudo isso não foi concretizado e em função disso não foi feita nenhuma proposta concreta”, destacou.

O ministro não descartou que algum tipo de contribuição do Brasil possa ser discutida no futuro. Os recursos, entretanto, teriam que ser destinados a qualquer integrante do FMI que encontre dificuldade por causa da crise e não apenas para os países da Europa.

“Hoje, nós estamos vendo que há saída de capitais dos países emergentes por causa dessa situação e os emergentes poderão precisar de recursos inclusive do FMI. Mas nenhuma cifra foi definida de nenhuma parte, ninguém definiu cifras. Nem chineses, nem americanos e tampouco o Brasil.”

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x