26 de Maio de 2022

Dólar

Euro

Economia

Jornal Primeira Página > Notícias > Economia > Natal: Comércio aposta em crescimento de 10%

Natal: Comércio aposta em crescimento de 10%

04/12/2011 16h16 - Atualizado há 10 anos Publicado por: Redação
Natal: Comércio aposta em crescimento de 10%

O comércio varejista de São Carlos está apostando em um dezembro com vendas 10% maiores do que no mesmo período de 2011. Para facilitar a vida do consumidor, a partir de amanhã, 5 de dezembro, entra em vigor o horário especial do comércio: as lojas começam a funcionar das 9h às 22h de segunda a sexta e aos sábados das 9h às 17h.

Para o presidente da ACISC (Associação Comercial e Industrial de São Carlos),  Alfredo Maffei Neto, apesar da crise europeia o mercado interno no Brasil comprando muito. “O próprio governo brasileiro está lançando meios para alavancar o consumo e acreditamos num salto de 10% nas vendas com relação ao ano passado. E acredito que poderemos ter surpresas positivas”.

O clima de otimismo também chegou ao Shopping Iguatemi. O gerente geral  Ronaldo Constantino Bastos, destaca que a expectativa para o final do ano é de um crescimento em vendas da ordem de 9% sobre o ano de 2010. “Em novembro realizamos a tão aguardada inauguração da decoração de Natal, que este ano traz um cenário totalmente novo e ainda mais interativo”, explica ele. 

O superintendente de arrecadação tributária, Rafael Taboada, enfatiza que o consumidor deve ir às compras de forma responsável. “É importante sempre que a economia local tenha suas vendas no comércio para fazer girar a máquina da economia. Por outro lado também é importante que as pessoas façam suas compras com prudência e cautela, medindo sua capacidade de consumo. É necessário pesquisar preços e gastar com qualidade”, comentou ele. 

Formado em Economia pela Unesp de Araraquara e mestre pela Unicamp, Wlamir Paschoalino afirma que somente o “espírito natalino” poderá garantir um bom volume de vendas neste dezembro. “O consumidor mais consciente está desanimado e existe um endividamento excessivo da família brasileira nos últimos 3 anos devido à ampliação de crédito. Mas o espírito natalino está à flor da pele. O consumo nesta época do ano é cultural”.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x