19 de Janeiro de 2021

Dólar

Euro

Economia

Jornal Primeira Página > Notícias > Economia > São Carlos já recebeu 31,1 milhões em pagamentos do auxílio emergencial

São Carlos já recebeu 31,1 milhões em pagamentos do auxílio emergencial

30/06/2020 06h30 - Atualizado há 7 meses Publicado por: Redação
São Carlos já recebeu 31,1 milhões em pagamentos do auxílio emergencial Foto: Getty Imagens

Valores começaram a ser depositados em abril; especialista alerta para possível caos com término do benefício

De acordo com os dados do Portal da Transparência do Governo Federal, entre os meses de abril e maio, os são-carlenses já receberam R$ 31,1 milhões em benefícios do auxílio-emergencial. O programa foi lançado pelo governo para que trabalhadores e profissionais liberais afetados pela quarentena para combater o novo coronavírus tivessem uma fonte de renda, garantindo sua subsistência.

Para o economista Gaio Morais, o montante alocado na economia de são-carlense deve movimentar muito o comércio de itens básicos, como alimentos e produtos de higiene. “Observamos uma perda generalizada da renda do trabalho, principalmente dos autônomos. Desta forma, o dinheiro recebido do governo deve ser quase todo gasto em consumo de itens básicos, como comida e produtos de higiene, principalmente os relacionados ao combate à pandemia”.

Ainda de acordo com Morais, a soma dos benefícios como auxílio-emergencial e seguro-desemprego, além da Medida Provisória que permite a suspensão de contratos e redução dos salários dão um fôlego à economia, mas alerta para riscos mais à frente. “Sem dúvida, esses programas conseguem segurar um pouco a queda do consumo. No entanto, eles têm prazo para terminar. Nesse ponto, poderemos ter uma grave crise social, se a atividade econômica não for retomada em ritmo suficiente para gerar empregos e renda”.

Pode solicitar o benefício o cidadão maior de 18 anos, ou mãe com menos de 18, que atenda a todos os seguintes requisitos: esteja desempregado ou exerça atividade na condição de Microempreendedores individuais (MEI); Contribuinte individual da Previdência Social; Trabalhador Informal. Além disso, deve pertencer à família cuja renda mensal por pessoa não ultrapasse meio salário mínimo (R$ 522,50), ou cuja renda familiar total seja de até 3 (três) salários mínimos (R$ 3.135,00).

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x