20 de Abril de 2021

Dólar

Euro

Economia

Jornal Primeira Página > Notícias > Economia > Secretaria de Abastecimento nega tomar prédios de Casas da Agricultura

Secretaria de Abastecimento nega tomar prédios de Casas da Agricultura

Em nota à imprensa o Estado informa que a reestruturação ainda está em curso e de forma transparente

04/03/2021 09h32 - Atualizado há 2 meses Publicado por: Redação
Secretaria de Abastecimento nega tomar prédios de Casas da Agricultura Foto: Divulgação / CATI

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo nega tomar prédio de Casas da Agricultura, braço do Estado que oferece assistência aos agricultores paulistas, principalmente aos produtores da agricultura familiar, perderam nos últimos meses ao menos cinco prédios.

Em nota à imprensa o Estado informa que a reestruturação ainda está em curso e de forma transparente. A Associação Paulista de Extensão Rural foi chamada diversas vezes nos últimos meses, mas não se manifestou até agora. Ao contrário do que afirma a reportagem, nenhum prédio foi cedido até agora.

Nos últimos 12 meses, o Governo do Estado fez mais de 407 mil atendimentos a produtores e entidades ligadas ao agro, digitalizou e simplificou sistemas e serviços como a emissão de guias, declarações e permissões de trânsito e realizou capacitações online. O agro não parou durante a pandemia e quebrou recordes de exportação, gerando oportunidades de negócios e garantindo o abastecimento e a segurança alimentar da população.

A resposta do Estado foi enviada ao Primeira Página após a publicação da reportagem “Casas da Agricultura perdem prédios enquanto Estado esconde projeto de reestruturação”, na edição do dia 3 de fevereiro.

Na reportagem, um dos prédios mais recentes que foi retirado da Casas da Agricultura foi o edifício onde ficava a sede da Cati, órgão da secretaria que, por mais de 50 anos, coordenou as ações de Extensão Rural das 594 Casas da Agricultura, atual Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável (CDRS).

A transferência do imóvel, com mais de três mil metros quadrados, em Campinas, interior de São Paulo, foi autorizada pelo governador João Doria, publicada no Diário Oficial do Estado, no dia 12 de fevereiro. Pelo decreto, o prédio passará a ser usado pela Procuradoria Regional de Campinas.

De acordo com o Estado, a modernização da estrutura da Secretaria da Agricultura vai dar mais eficiência ao trabalho dos técnicos. O atendimento ganhará agilidade e produtividade com racionalização estratégica e redução de gastos aos cofres públicos. Hoje, das 594 Casas de Agricultura instaladas no Estado, apenas 42% estão em funcionamento, mas muitas sem nenhum ou com apenas um funcionário, além de prédios com problemas ou desocupados. Sugestões ao projeto podem ser feitas pelo telefone (11) 5067-0060 e pelo e-mail [email protected].

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x