6 de Dezembro de 2021

Dólar

Euro

Economia

Jornal Primeira Página > Notícias > Economia > Toalhas São Carlos tem plano de recuperação aprovado

Toalhas São Carlos tem plano de recuperação aprovado

24/11/2011 18h14 - Atualizado há 10 anos Publicado por: Redação
Toalhas São Carlos tem plano de recuperação aprovado

A Segunda Vara da Justiça Civil Estadual concedeu, no dia 10 de novembro  à empresa Tecelagem São Carlos SA., fabricante da famosa marca Toalhas São Carlos, a recuperação judicial. Com tal medida, a empresa renegociou as dívidas e tem um prazo de até 17 anos para honrá-las. Assim, a companhia está retomando o seu processo de crescimento.  

O diretor industrial da empresa, Miguel Abdelnur Neto, afirma que para a família isso significa um renascimento. Ele esclarece que a empresa mantém 320 empregos diretos. “A decisão judicial representa o ressurgimento da empresa. Estamos buscando novos nichos de mercado. Vamos retomar novos projetos para a linha cama e também para a linha banho”. A tecelagem é tocada pelo presidente Samir Abdelnur e pelos diretores Miguel Abdelnur Neto, Marcelo Machado Abdelnur e Alexandre Abdelnur.

A empresa chegou a conquistar o mercado internacional, mas enfrentou vários problemas na questão cambial. A tecelagem exportava até 35% de sua produção há alguns anos. “Hoje praticamente 100% de nossos produtos são voltados para o mercado interno”, explica Miguel Abdelnur Neto.

 O carro-chefe da empresa está no segmento de felpudos, que inclui as linhas de banho e confeccionados. A empresa também implantou em 2011 a linha infantil. Segundo o diretor industrial, as perspectiva para 2012 são muito boas para a empresa. “Esperamos bons resultados no pacote Brasil Maior, que deverá ser lançado em dezembro de 2011”. 

Ele ressalta também que a empresa contratou profissionais de qualidade de várias áreas. A companhia está apostando na moda e no reposicionamento da marca no mercado.

HISTÓRIA – A tecelagem nasceu do trabalho  e do esforço de Miguel Abdelnur, libanês que chegou ao Brasil no início de 1914. Inicialmente atuando  no Estado do Rio Grande do Sul, Abdelnur montou uma loja de tecidos em Pelotas (RS). Casou-se com Roxana, de origem egípcia. Ao conhecer fábricas têxteis, o empreendedor decidiu investir no setor.

Montou, então, no início do Século XX, uma pequena fábrica no centro de São Carlos, produzindo meias e brins com 17 funcionários num galpão de apenas 500 metros quadrados. A companhia cresceu e se estruturou como uma das maiores do Brasil graças  ao trabalho dos filhos de Miguel Abdelnur: Miguel Abdelnur Filho; João Abdelnur, Omar Abdelnur e Samir Abdelnur, que hoje preside a empresa.

Atualmente, a empresa, que conta com 65 anos de tradição, ocupa uma área de 39 mil metros quadrados e utiliza as mais modernas tecnologias para a produção de roupões e toalhas  que são conhecidos em todo o mundo. Miguel Abdelnur Neto enfatiza que agradece São Carlos. “A Família Abdelnur faz questão de agradecer aos colaboradores e a todos que confiaram e confiam na nossa empresa”, conclui ele. 

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
2 Comentários
Mais antigas
Mais novos Mais Votados
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
LGG
LGG
9 anos atrás

Temos que ter uniao e nao deixar que essa Empresa se acabe , a cada industria textil que se fecha, em nossos lares soa um ar de indignaçao com a politica administrada pelo nosso governo perante as gigantes nacionais e aos produtos importados . Torço pela recuperaçao da Sao Carlos e para uma justa competiçao de mercado , eu como reopresentante comenrcial clamo a nossa classe , pois a cada dia somos mais engolidos pela falta de concorrencia e respeito ao profissional.de vendas do setor.

nei
nei
9 anos atrás

Boa sorte a todos, principalmente para alexandre, que e tao querido.Abraços

0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x