Volkswagen anuncia investimentos de R$ 2,4 bi em São Carlos e em São Bernardo

30 de agosto de 2019


No encontro que aconteceu ontem, 29, na Alemanha, a Volkswagen anunciou a criação de um modelo 100% desenvolvido no Brasil. A produção ocorrerá na fábrica da Via Anchieta

v

Em visita à Alemanha, João Doria (PSDB) traz boas notícias para o interior de São Paulo. Ao lado do COO mundial da Marca Volkswagen, Ralf Brandstätter, e do presidente e CEO da Volkswagen América Latina, Pablo Di Si, o governador do Estado ouviu dos representantes da fábrica as intenções de se investir R$ 7 bilhões no Brasil até 2020 – R$ 5 bilhões serão direcionados às fábricas paulistas. Em 2019 – 2020, as plantas de São Bernardo do Campo e São Carlos receberão investimentos de R$ 2,4 bilhões.

Segundo a assessoria de imprensa da montadora, a Volkswagen regionalizou a marca nas Américas do Sul e Central e Caribe. Com isso “passou a contar com mais autonomia e investir de forma ainda mais relevante no desenvolvimento de veículos”.

Durante a visita que termina nesta sexta-feira, 30, Doria também vai conhecer o sistema dual de formação profissional, o mais praticado no país. O sistema, com tradição de mais de 100 anos, permite conciliar prática e teoria para aprender uma profissão. A formação profissional é financiada pelas empresas que pagam ao aprendiz um salário mensal e pelo Estado que assume os custos da escola profissionalizante. O modelo se tornou um produto de exportação alemão.

“Esse é um dos bons segredos da Volkswagen e o programa de treinamento feito aqui é o mesmo que estamos desenvolvendo no Centro Paula Souza, nas Etecs e Fatecs. Por isso, nosso governo criou os 12 pólos de desenvolvimento econômico. Eles vão permitir a qualificação de mão de obra vocacionada para a atividade da região, seja no setor automobilístico, de tecelagem, agronegócio, tecnologia. Mão de obra qualificada é mão de obra empregada. É o que a Alemanha já faz e o que estamos fazendo em São Paulo”, explicou Doria, via assessoria de imprensa.

Modelo

No encontro que aconteceu ontem, 29, na Alemanha, a Volkswagen anunciou a criação de um modelo 100% desenvolvido no Brasil. A produção ocorrerá na fábrica da Via Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP). “É a primeira vez que a Volkswagen do Brasil irá exportar o conceito de um novo veículo desenvolvido 100% aqui e que terá abrangência global. É a globalização da tecnologia e do conhecimento desenvolvidos no Brasil. Um carro que representará um novo segmento, com novidades que certamente irão atrair e conquistar ainda mais clientes para a marca Volkswagen. É o conceito New Urban Coupé, com design que traz esportividade aliada a uma posição de dirigir mais elevada. É uma receita única no segmento que ele irá ocupar. Será a democratização de um estilo hoje oferecido apenas em modelos de segmentos premium”, afirmou, por meio da assessoria de imprensa da montadora, Pablo Di Si, Presidente e CEO da Volkswagen América Latina.

“A região América do Sul é muito relevante para a Volkswagen. Em 2019, é o mercado que mais cresce para a marca no mundo, respondendo atualmente por cerca de 8% das vendas globais da marca. É por esse motivo que estamos reforçando o compromisso da Volkswagen com o Brasil e a região. A partir de nossa estratégia de Regionalização, a América do Sul têm demonstrado grandes resultados no desenvolvimento de produtos alinhados com as necessidades locais, seja em design, seja em tecnologia.”, declarou Ralf Brandstätter, COO da marca Volkswagen globalmente.

Fábricas e empregos

Das quatro unidades que a Volkswagen tem no País, três estão localizadas no Estado de São Paulo. A unidade Anchieta, localizada em São Bernardo do Campo, foi a primeira unidade fabril da Volkswagen fora da Alemanha e completa, esse ano, seis décadas desde a sua inauguração oficial. Nela, são produzidos o Novo Polo, o Virtus, a Saveiro e a Saveiro Cross.

A unidade de Taubaté começou a operar em 1976 e é responsável pela produção dos modelos Voyage, up! e o veículo mais produzido, mais vendido e mais exportado da história do Brasil: o Gol. Já a fábrica de São Carlos, inaugurada em 1996, é responsável atualmente pela produção de todos os motores que equipam os carros nacionais. Juntas, as unidades fabris no Estado de São Paulo empregam diretamente mais de 12 mil pessoas.

Em Vinhedo (SP), está localizado o Centro de Peças e Acessórios da Volkswagen do Brasil (PAC), o maior centro de peças automotivas da América Latina, que armazena 25 milhões de peças e é responsável pela expedição diária de 100 mil itens. O PAC exporta peças para 18 países e possui cerca de 700 fornecedores, sendo cerca de 600  empresas nacionais e 100 empresas de países como Argentina, México, Espanha e Alemanha.

Na fábrica de motores de São Carlos haverá a duplicação de sua linha de usinagem de virabrequins, de mil para duas mil unidades diárias. Além dessa ampliação, os investimentos também tiveram como foco a flexibilização das linhas de montagem de motores. A fábrica tem forte atuação na exportação de componentes. Alguns exemplos são o envio de 2.350 cabeçotes para a fábrica de Chemnitz, na Alemanha, e um contrato com o México que, desde 2017, foi destino de mais de 200 mil motores que equipam veículos enviados para o mercado norte-americano.

Para reforçar o desenvolvimento de novos produtos, na área de Engenharia e Design foram contratados 100 profissionais que se somaram aos 850 existentes, ampliando a capacidade técnica para a criação de veículos e tecnologias que possam atrair clientes de vários mercados mundiais, como é o caso do novo produto que será produzido na fábrica Anchieta, com grande potencial para exportação e até produção em outros países do mundo Volkswagen. Essas contratações, somadas às que ocorreram recentemente nas linhas de montagem, totalizam 500 novas posições.

comments icon 0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *