26 de Junho de 2022

Dólar

Euro

Esporte

Jornal Primeira Página > Notícias > Esporte > Brasileira leva bronze em etapa da Copa do Mundo de paraescalada

Brasileira leva bronze em etapa da Copa do Mundo de paraescalada

Marina Dias conquista 2ª medalha no circuito mundial da modalidade

23/06/2022 16h28 - Atualizado há 2 dias Publicado por: Redação
Brasileira leva bronze em etapa da Copa do Mundo de paraescalada Foto: IFSC / Divulgação / Direitos Reservados

A paulista Marina Dias conquistou a medalha de bronze na etapa de Innsbruck (Áustria) da Copa do Mundo de paraescalada. Foi à segunda vez que a brasileira de 39 anos foi ao pódio no circuito mundial da modalidade. Quando estreou em competições internacionais, em maio, ela conquistou o ouro em Salt Lake City (Estados Unidos).

Marina compete na classe RP3, a de menor comprometimento entre as voltadas a atletas com deficiências que impactam alcance e força. A paulista de Taubaté (SP) convive há 13 anos com a esclerose múltipla, que afeta o lado esquerdo do corpo.

Em Innsbruck, ela ficou atrás da britânica Leanora Volpe (ouro), atual vice-campeã mundial, e da alemã Rosalie Schaupert (prata), que havia ficado na terceira colocação em Salt Lake City. A final reuniu quatro das 14 escaladoras que disputaram a categoria.

A paraescalada também é praticada por atletas com limitações nos membros inferiores (AL) e superiores (AU) e deficiência visual (B). As classes possuem subcategorias, nas quais os escaladores são distribuídos, conforme o grau do comprometimento.

Marina concilia os treinos com a carreira de professora no Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT) da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), na vizinha São José dos Campos (SP). A paulista foi à primeira brasileira a disputar um evento internacional na paraescalada.

Para competir em Salt Lake City e Innsbruck, ela custeou as viagens com auxílio de uma bolsa da prefeitura de Taubaté, de apoio ao esporte amador, além de recursos próprios. Antes da ida à Áustria, a brasileira fez uma vaquinha on-line para ajudar a arrecadar fundos. As inscrições foram bancadas pela Associação Brasileira de Escalada Esportiva (ABEE).

A paraescalada não está na Paralimpíada, mas pode integrar o maior evento do paradesporto mundial a partir dos Jogos de 2028, em Los Angeles (Estados Unidos). Em entrevista, em fevereiro, o presidente do Comitê Paralímpico Internacional (IPC, sigla em inglês), Andrew Parsons, destacou o sucesso de modalidades como surfe, skate e da própria escalada na Olimpíada de Tóquio (Japão).

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x