Esporte

Dirigentes do Inter garantem permanência de Hellmann e miram título brasileiro


A decepção de perder um título nacional diante de sua torcida não deve abalar a estabilidade de Odair Hellmann à frente do Internacional. Foi o que garantiram os dirigentes do clube gaúcho na noite da última quarta-feira, 18, após a derrota por 2 a 1 para o Athletico-PR, no Beira-Rio, em Porto Alegre. Com vitória nos dois jogos da final, o time paranaense se sagrou campeão da Copa do Brasil pela primeira vez.
“Nós só chegamos aqui porque estamos vindo de uma sequência de trabalho. E vamos dar continuidade até o final do ano, neste ciclo, com o técnico Odair Hellmann”, assegurou o vice-presidente de futebol Roberto Melo, o primeiro a falar na entrevista coletiva.
O dirigente foi além ao defender o seu técnico, novato ainda no cargo, com apenas três anos de experiência. “Nos vestiários nós todos já conversamos, tanto com o Odair como os jogadores, de que a partir de amanhã [quinta] precisamos reagir. Temos que entrar de cabeça no Campeonato Brasileiro, onde estamos em quarto lugar. É uma boa colocação e temos todo o returno para brigar pelo título, que é o que nos sobrou neste resto de temporada”, explicou Melo.
O dirigente citou como modelo o próprio Athletico, campeão inédito da Copa do Brasil. “Eles estão desenvolvendo um trabalho diferente há três anos. No ano passado já foram campeões da Copa Sul-Americana e agora levam, com méritos, o título da Copa do Brasil. Nós precisamos fazer o mesmo aqui no Internacional”, completou.
O presidente Marcelo Medeiros foi mais político e preferiu enaltecer o adversário: “O Athletico vem num processo de crescimento e conquistou o título com muita justiça. E quero dar um recado ao nosso torcedor de que a gente está doído, está magoado. Não gostamos do rendimento do time nesta decisão e a resposta tem que ser dada no domingo. Agora só temos uma única competição. A nossa meta é terminar melhor do que nesta primeira fase. Nós não fizemos uma boa partida, em especial no segundo tempo”, analisou o dirigente.
Com 33 pontos, em quarto lugar no Brasileirão, o Internacional ainda vai ter o returno todo para perseguir o líder Flamengo, atualmente com 42 pontos. Ou ultrapassar os outros concorrentes, como o Palmeiras (39) e Santos (37). No domingo cedo, às 11 horas, o Internacional vai receber a Chapecoense.

comments icon0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *