Medvedev atinge melhor ranking da carreira e Madison Keys volta ao Top 10

19 de agosto de 2019


Campeões em Cincinnati, no domingo, 18, o russo Daniil Medvedev e a norte-americana Madison Keys foram os destaques dos rankings da ATP e da WTA na atualização desta segunda-feira. Medvedev alcançou a melhor posição de sua carreira (5ª), enquanto Keys voltou ao Top 10, às vésperas do US Open, que terá início na próxima segunda, dia 26.
Medvedev, cuja melhor posição da carreira era a 8ª, subiu três colocações ao obter grande campanha em Cincinnati. Em seu caminho ao primeiro título de nível Masters 1000, ele deixou para trás rivais como o sérvio Novak Djokovic. O tenista russo está agora a menos de mil pontos do austríaco Dominic Thiem, quarto colocado.
Ambos, porém, seguem distantes do trio formado por Djokovic, pelo espanhol Rafael Nadal e pelo suíço Roger Federer. A queda na semifinal não afetou a boa vantagem do sérvio na ponta. Nadal e Federer poderão trocar de posições no quarto e último Grand Slam da temporada, em Nova York.
Em outras duas mudanças no Top 10, o japonês Kei Nishikori e o grego Stefanos Tsitsipas perderam duas e uma posição, respectivamente. O tenista asiático caiu para o sétimo posto, enquanto o grego figura agora em oitavo. O alemão Alexander Zverev segue na sexta colocação.
Já o espanhol Roberto Bautista Agut despontou na restrita lista dos dez melhores do mundo pela primeira vez nesta segunda, aos 31 anos. Outros destaques foram o experiente francês Richard Gasquet e o jovem russo Andrey Rublev. O primeiro, de 34 anos, ganhou 22 posições e subiu para 34º. Rublev, de 21 anos, subiu 23, figurando agora em 47º.
Na lista atualizada nesta segunda, o Brasil voltou a contar com um integrante no Top 100. Isso porque Thiago Monteiro ganhou dois postos e ocupa agora justamente o 100º lugar. Também subiram Rogério Dutra Silva (200º), Thomaz Bellucci (254º) e Thiago Wild (342º), quatro, nove e 31 posições, respectivamente. João Menezes estacionou no 210º posto, o melhor de sua carreira até agora.
FEMININO – A principal mudança no Top 10 foi o retorno de Madison Keys, que galgou oito colocações para figurar no décimo posto. Como de costume, a norte-americana vem exibindo grande tênis na série de torneios que precede o US Open, onde foi vice-campeã em 2017. Com a ascensão de Keys, a compatriota Sloane Stephens caiu para o 11º lugar.
Ainda dentro da lista das dez melhores, a ucraniana Elina Svitolina subiu duas posições, para o quinto lugar. E a holandesa Kiki Bertens perdeu duas colocações. Agora é a sétima colocada. A japonesa Naomi Osaka segue na ponta, seguida de perto pela australiana Ashleigh Barty e pela checa Karolina Pliskova.
Outro destaque da atualização desta semana foi a veterana russa Svetlana Kuznetsova. A grande campanha em Cincinnati, onde terminou com o vice-campeonato, rendeu à tenista de 34 anos 91 posições no ranking da WTA. Agora ela é a 62ª colocada.
Entre as brasileiras, Beatriz Haddad Maia perdeu quatro posições, mas segue dentro do Top 100. Afastada provisoriamente das quadras por conta de doping, a número 1 do País ocupa o 99º do ranking feminino.

comments icon 0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *