Para Hamilton, velozes correm mais riscos

21 de setembro de 2011


altPara Lewis Hamilton, ter sucesso na Fórmula 1 é preciso correr mais riscos do que os adversários, afirmando ainda que esse foi o segredo dos pilotos que se tornaram importantes na categoria.

“Penso que os pilotos do passado corriam mais riscos. As suas vidas estavam mais em risco, creio. Teria adorado pilotar nesses tempos. Não sei por que sou assim, mas sempre fui desta forma, mais do lado do risco. Não ao ponto de colocar os outros em perigo, mas sou capaz de arriscar um pouco mais”, afirmou o inglês em entrevista à agência ‘Reuters’, refutando as críticas de que é alvo muitas vezes pela sua pilotagem agressiva.

“Penso que no automobilismo, geralmente, há uma linha ténue entre ser bastante perigoso ao colocar a vida dos outros em risco e, por outro lado, estar imediatamente abaixo dessa zona perigosa. E tentamos nunca passar dessa linha. Mas isto é competição de carros e estamos competindo roda com roda a cerca de 320 km/h, então vai acontecer”, emendou.

“Os acidentes acontecem a toda hora e em algum momento os pilotos tocam-se entre si. Tenho tido comentários também de pilotos que dizem que sou muito agressivo, mas trata-se apenas de encontrar o equilíbrio certo. Não estou aqui para estragar a corrida dos outros, tento apenas batê-los e essa é a melhor forma de ‘falar’. Se tenho sido muito agressivo e dei um toque em alguém, em Mônaco, por exemplo, penso ‘tudo bem’. Apenas dou um ligeiro passo atrás, mas não mudo completamente a minha abordagem porque esta é minha vida e é assim que a vivo”.

Foto: Antonio Calanni/AP/AE{jcomments on}

comments icon 0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *