11 de Abril de 2021

Dólar

Euro

Esporte

Jornal Primeira Página > Notícias > Esporte > Santos leva virada do The Strongest

Santos leva virada do The Strongest

16/02/2012 00h08 - Atualizado há 9 anos Publicado por: Redação
Santos leva virada do The Strongest

O Santos estreou com derrota na Libertadores. Na noite desta quarta-feira, 15, no Estádio Hernando Siles,em La Paz, na Bolívia, o time da Vila Belmiro perdeu de virada para o The Strongest (BOL) por2 a1.

Com a vitória, o time boliviano assumiu a vice-liderança do Grupo 1, com três pontos, enquanto o Santos segue sem pontuar.

Atual campeão, o Santos começou a partida sofrendo com a pressão do time boliviano. Aos cinco minutos, Nelvin Soliz partiu com a bola dominada e bateu cruzado, assustando o goleiro Rafael.

Pouco depois, o Santos abriu o placar. Aos nove minutos, após cobrança de falta na área, Neymar cabeceou para grande defesa de Vaca. No rebote, Henrique soltou uma bomba para fazer o primeiro do Peixe na Libertadores 2012.

Aos 16, Luís Melgar invadiu a área e bateu com perigo, mas a bola passou por cima do travessão de Rafael. Pablo Escobar voltou a levar perigo ao gol santista aos 20, no arremate de fora da área que passou tirando tinta da trave direita de Rafael. No contra-ataque, Borges recebeu em profundidade e bateu firme para grande defesa de Vaca.

Perigoso nos contragolpes, o time alvinegro quase ampliou. Borges recebeu na direita e serviu Neymar dentro da área, mas o atacante santista finalizou na rede pelo lado de fora. Aos 27, Pablo Escobar voltou a acertar bonito chute de longa distância e quase empatou o duelo para o Tigre, porém a bola passou à esquerda de Rafael.

Com mais volume de jogo, o time da casa chegou ao empate. Aos 33, depois de boa jogada pela direita, Cristaldo aproveitou cruzamento de Parada e pegou de primeira para deixar tudo igual no placar. No final do primeiro tempo, aos 45, Neymar recebeu na direita, driblou o marcador e bateu para boa defesa do arqueiro Vaca.

O início do segundo tempo teve as duas equipes num ritmo mais lento, valorizando a posse de bola e procurando espaços no campo de ataque. Aos 10, o meia Pablo Escobar arriscou da entrada da área e a bola passou com muito perigo, à esquerda de Rafael. Em seguida, Muricy trocou Ibson por Elano tentando dar mais mobilidade ao meio campo santista.

Aos 15, Pablo Escobar bateu falta no cantinho e mais uma vez o goleiro Rafael teve que se esticar todo para evitar o segundo gol do time boliviano. A resposta do Santos veio com Neymar, que recebeu na frente, passou pelo goleiro e bateu, mas o zagueiro Luis Méndez salvou o The Strongest.

Dois minutos depois, Ganso deu um passe açúcarado para Neymar dentro da área e a finalização passou raspando a trave esquerda. Aos 26, Neymar deu ótimo passe para Elano, na cara do gol, mas o meia caprichou demais e a conclusão acertou o travessão. Depois, Luis Melgar se antecipou a zaga do peixe e cabeceou muito perto do gol de Rafael.

Chumacero, aos 35, desceu pela direita em velocidade e bateu cruzado, exigindo grande defesa de Rafael. Três minutos depois, Ganso tocou com categoria dentro da área para Neymar, que fez o giro e chutou por cima do gol. No contra-ataque, Ganso lançou Neymar na esquerda, que cruzou para Alan Kardec, mas o atacante chegou atrasado no lance.

Aos 42, Pablo Escobar voltou a dar trabalho ao goleiro Rafael em cobrança de falta, mas o goleiro do Santos voou para espalmar. Na cobrança de escanteio, a bola passou por toda a defesa e Ramallo cabeceou para dar a vitória ao time boliviano.

Agora, o Santos só volta a campo no dia 8 de março, na Vila Belmiro, contra o Internacional (RS), já o The Strongest (BOL) recebe o Juan Aurich. (futebolpaulista.com.br)

 

The Strongest 2 x 1 Santos

 

Gols: Henrique aos 10 e Cristaldo aos 31 minutos do primeiro tempo, Ramallo aos 46 minutos do segundo tempo

Árbitro: Carlos Vera

Renda e público: não fornecidos

Local: Estádio Hernando Siles,em La Paz

 

The Strongest

Daniel Vaca; Enrique Parada, Delio Ojeda, Luis Méndez e Jair Torrico; Nelvin Soliz, Alejandro Chumacero, Sacha Lima e Ernesto Cristaldo (Ramallo); Pablo Escobar e Luis Melgar (González).

Técnico: Mauricio Soria.

 

Santos

Rafael; Fucile, Edu Dracena, Durval e Juan; Arouca, Henrique, Ibson (Elano) e PH Ganso; Neymar e Borges (Alan Kardec).

Técnico: Muricy Ramalho.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x