28 de Fevereiro de 2021

Dólar

Euro

Esporte

Jornal Primeira Página > Notícias > Esporte > Superliga masculina: Hora de recuperação

Superliga masculina: Hora de recuperação

12/12/2011 20h02 - Atualizado há 9 anos Publicado por: Redação
Superliga masculina: Hora de recuperação

A Superliga masculina de vôlei 11/12 não começou da forma esperada para Vivo/Minas (MG) e Londrina/Sercomtel (PR). Derrotados por BMG/São Bernardo (SP) e Cimed/SKY (SC), respectivamente, os times estarão frente a frente nesta terça-feira, 13, para buscar a primeira vitória na 18ª edição da competição. O duelo será disputado na Arena Vivo, em Belo Horizonte (MG), a partir das 18h, e marcará a abertura da segunda rodada do turno do campeonato.

O Vivo/Minas foi derrotado fora de casa, no ginásio Baetão, em São Bernardo do Campo (SP), e ocupa a oitava colocação na classificação geral. A partida marcou a estreia do tcheco Filip Rejlek na Superliga. O oposto, com 18 acertos, foi quem mais pontos marcou para a equipe de Belo Horizonte. Agora, o time tetracampeão da Superliga masculina fará o seu primeiro jogo diante dos seus torcedores na Arena Vivo.

E apesar das modificações para a temporada, os times se conhecem bem. Neste ano, a equipe do Londrina/Sercomtel disputou o Campeonato Mineiro, representando o Olympic Club, de Belo Horizonte. Nos dois duelos, a equipe do Paraná venceu, as duas vezes, por 3 sets a 2. No fim do Mineiro, o time de Londrina foi eliminado pelo campeão Sada Cruzeiro (MG), nas semifinais, e o Vivo/Minas ficou com a medalha de prata.

As derrotas estão engasgadas para jogadores do Vivo/Minas. “Queremos e vamos dar o troco. Estamos com este pensamento de reação. E ele está ainda mais forte por causa da derrota na estreia. Entramos com os dois pés esquerdos nesta Superliga. Mas é hora de reagir. Sabemos que somos capazes de jogar melhor e vamos em busca disso”, destacou o central Henrique.

Sobre o adversário, Henrique lembrou da força do conjunto adversário. “É um time que joga vibrando o tempo inteiro. Joga sempre com muita raça. Não desiste nunca. O tempo inteiro eles querem mais”, afirmou Henrique, que marcou nove pontos na primeira partida.

Para o central campeão mundial com a seleção brasileira em 2001, a falta de confiança foi determinante para o primeiro resultado. “O time sentiu a pressão da estreia na Superliga. Temos jogadores muito experientes e que não podem mais sentir isso. Tivemos muitas chances de contra-ataques e as desperdiçamos. Mas o que faltou mesmo foi confiança. Precisamos acreditar mais e saber que podemos jogar melhor”, completa o jogador, de 33 anos. (cbv.com.br)

SEGUNDA RODADA

TERÇA-FEIRA, 13

Vivo/Minas x Londrina/Sercomtel, às 18h, na Arena Vivo, em Belo Hoizonte.

QUARTA-FEIRA, 14

Cimed/SKY x Medley/Campinas, às 20h, no ginásio Capoeirão, em Florianópolis.

Vôlei Futuro x BMG/São Bernardo, às 20h, no ginásio Plácido Rocha, em Araçatuba (SP).

Sada Cruzeiro x UFJF, às 20h, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG).

Volta Redonda x Sesi-SP, às 19h, no ginásio do Clube dos Funcionários da CSN, em Volta Redonda (RJ).

BMG/Montes Claros x RJX, às 21h, no ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros.

 

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x