Tênis de mesa: começa busca por medalha

14 de outubro de 2011


Equipe brasileira treina para a estreia no PanPrimeira equipe brasileira a desembarcar em Guadalajara, há uma semana, o tênis de mesa estreia neste sábado, 15, a partir das 10h (12h de Brasília), com a rodada inicial dos torneios por equipe masculina e feminina. Na categoria para mulheres, o Brasil abre o torneio contra o México; em seguida, ao meio-dia (14h de Brasília), na disputa masculina, enfrenta o Equador. As competições individuais começam na terça-feira, dia 18. Com uma preparação mais longa, por conta dos efeitos da altitude de 1.500 metros que influi na trajetória da bolinha, os mesatenistas brasileiros estão confiantes na conquista de medalhas.

Brasileiro com o maior número de medalhas de ouro em Jogos Pan-Americanos (nove), Hugo Hoyama participará pela sétima vez da maior competição esportiva das Américas. Aos 42 anos, depois de ensaiar uma despedida no Rio 2007, o atleta prefere não antecipar o fim da carreira e sonha com uma participação nos Jogos de Londres, no ano que vem – a medalha de ouro garante a classificação olímpica. “Mesmo com a experiência, ainda fico ansioso. Quero pôr em prática o que treinei e lutar pela medalha, tanto na disputa individual como por equipes”, afirmou.

A equipe masculina, formada ainda por Thiago Monteiro e Gustavo Tsuboi, busca defender a hegemonia do país no torneio. Desde a entrada do esporte nos Jogos de San Juan, em 1979, o Brasil já ganhou a disputa de equipes cinco vezes. No torneio individual para homens, os brasileiros apontam o chinês naturalizado dominicano Lin Ju, bicampeão pan-americano, como o maior rival na briga por um lugar no topo do pódio. Outro nome forte na disputa é o chinês naturalizado argentino Liu Song, prata no Rio.

Entre as mulheres, o time brasileiro mescla experiência e juventude para buscar uma medalha que não conquista desde o Pan de Winnipeg, em 1999. Lígia Silva foi eliminada nas quartas-de-final em 2007 e espera melhor sorte em Guadalajara. “Temos boas chances na disputa por equipes. Faltou muito pouco para subirmos ao pódio no Rio”. Além de Lígia, a equipe conta com Jessica Yamada e a revelação Caroline Kumahara, de 16 anos, que chega a seu primeiro Pan no embalo das conquistas do campeonato latino-americano juvenil nas categorias individual, duplas e equipes em 2010.

Depois de oito dias de treinos, a equipe brasileira diz que já está bem adaptada aos ares rarefeitos de Guadalajara. O experiente Hoyama afirma que a altitude não deverá ser um fator de desequilíbrio. “Viemos aqui em Guadalajara em abril para disputar o Campeonato Latino-americano e derrotamos os próprios mexicanos. Não acho que, no fim, isso facilitará a vida de ninguém”, confia Hoyama. (cob.com.br)

Foto: Jefferson Bernardes/Vipcomm{jcomments on}

comments icon 0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *