Chávez denuncia plano de atentado contra rival

20 de março de 2012


O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, denunciou nesta segunda-feira, 19, que corpos policiais do Estado detectaram um plano que pretendia atentar contra o candidato único da oposição, Henrique Capriles, e disse que a equipe de segurança do jovem político foi alertada.

 

“O diretor do Sebin (Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional) se reuniu com uma equipe do governador de Miranda, porque há por lá a informação de que querem atentar contra ele e não é o governo, para nada, pelo contrário”, disse por telefone ao canal oficial VTV.

Depois de ganhar as primárias com mais de 3 milhões de pessoas, o governador de Miranda, de 39 anos, deu início à campanha para as eleições presidenciais de outubro fazendo viagens pelas regiões mais remotas do país em busca dos votos conquistados pelo chavismo.

As viagens não ficaram isentas de incidentes de violência, como polêmicas e, inclusive, tumultos e até mesmo uma briga em que o filho do candidato de oposição à Prefeitura de Caracas foi ferido a bala.

“Como Estado, nós estamos obrigados a citar essa situação e dar proteção a qualquer venezuelano, sobretudo neste contexto”, acrescentou Chávez.

Uma porta-voz da equipe de campanha de Capriles não fez comentários imediatos.

Os venezuelanos se preparam para o que parece ser as eleições mais disputadas enfrentadas por Chávez em seus 13 anos à frente do país sul-americano, com uma oposição fortalecida e a saúde do presidente no olho do furacão.

 

comments icon 0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *