1 de Julho de 2022

Dólar

Euro

Internacionais

Jornal Primeira Página > Notícias > Internacionais > Conrad Murray é culpado pela morte de Michael Jackson

Conrad Murray é culpado pela morte de Michael Jackson

07/11/2011 21h57 - Atualizado há 11 anos Publicado por: Redação
Conrad Murray é culpado pela morte de Michael Jackson

O cardiologista Conrad Murray, 58 anos, foi considerado culpado pela morte não intencional do cantor Michael Jackson. O veredicto foi lido na noite desta segunda-feira (7). Ele pode passar até 4 anos na prisão e perder a licença médica. A sentença sairá no próximo dia 29.

Murray ouviu o veredicto com a expressão imóvel; saiu algemado do tribunal e foi levado em custódia, sem direito a fiança. Durante todo o julgamento, a acusação sustentou que o cardiologista foi irresponsável no tratamento de Jackson, usando métodos “bizarros”, como a aplicação sistemática do anestésico propofol fora de um ambiente hospitalar, na casa do cantor. Jackson sofria de insônia crônica, e precisava do auxílio de calmantes para dormir.

Antes do anúncio da decisão do júri, uma multidão se reunia na entrada do tribunal com placas de apoio e condenação a Murray. Em uma delas, lia-se: “Murray, queime no inferno!”

Os jurados chegaram ao veredicto por volta das 17h desta segunda (horário de Brasília), após menos de nove horas de deliberação, e 866 dias depois da morte de Michael Jackson, em 25 de junho de 2009.

Segundo a rede de TV Fox News, os familiares de Jackson choraram ao ouvir o veredicto. Pouco antes do anúncio, a irmã de Jackson, La Toya, disse em sua página no Twitter que “tremia incontrolavelmente”. A expressão “Conrad Murray culpado” se tornou um dos assuntos mais comentados no serviço de microblog.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x