28 de Fevereiro de 2021

Dólar

Euro

Internacionais

Jornal Primeira Página > Notícias > Internacionais > Estudo mostra que orgânicos não têm mais nutrientes que os convencionais

Estudo mostra que orgânicos não têm mais nutrientes que os convencionais

04/09/2012 17h13 - Atualizado há 8 anos Publicado por: Redação
Estudo mostra que orgânicos não têm mais nutrientes que os convencionais

A carne e outros produtos orgânicos no geral não são melhores do que alimentos convencionais quando se trata de vitaminas e nutrientes, embora normalmente reduzam a exposição a pesticidas e bactérias resistentes a antibióticos, apontou um estudo realizado nos EUA.

 

“As pessoas escolhem comprar alimentos orgânicos por muitas razões diferentes. Uma delas é o benefício percebido para a saúde”, disse Crystal Smith-Spangler, que liderou uma equipe de pesquisadores da Universidade de Stanford e do Veterans Affairs Palo Alto Health Care.

“Nossos pacientes, nossas famílias perguntam: ‘Bem, há razões de saúde para escolher alimentos orgânicos em termos de conteúdo nutricional ou resultados à saúde humana?'”

Ela e seus colegas revisaram mais de 200 estudos que compararam a saúde das pessoas que ingeriram ou alimentos orgânicos ou convencionais. Também compararam, mais frequentemente, os níveis de nutrientes e contaminantes nos próprios alimentos.

Os alimentos incluíram frutas, vegetais, grãos, carne, ovos e leite orgânicos e não-orgânicos.

De acordo com padrões do Departamento de Agricultura dos EUA, as fazendas orgânicas têm que evitar o uso de pesticidas sintéticos e fertilizantes, hormônios e antibióticos. Gados em criação orgânica também devem ter acesso a pastagens durante a estação de pastoreio.

Muitos dos estudos utilizados, no entanto, não especificaram seus padrões para o que consideraram alimentos “orgânicos”, que podem custar até o dobro dos alimentos convencionais, escreveram os pesquisadores na publicação Annals of Internal Medicine.

Smith-Spangler e seus colegas descobriram que não havia diferença na quantidade de vitaminas em vegetais ou produtos de origem animal produzidos organicamente e convencionalmente – e a única diferença nutricional foi ligeiramente mais fósforo nos produtos orgânicos.

O leite e o frango orgânico também podem conter mais ácidos ômega-3, mas isso foi baseado em poucos estudos.

Mais de um terço dos produtos convencionais tinha resíduos de pesticidas detectáveis, em comparação com 7 por cento das amostras de produtos orgânicos. Carne de porco e frango orgânicos tinham 33 por cento menos probabilidade de carregar bactérias resistentes a três ou mais antibióticos do que a carne produzida convencionalmente.

Smith-Spangler disse à Reuters Health que era incomum tanto para os alimentos orgânicos quanto para os convencionais exceder os limites permitidos para os pesticidas, por isso não estava claro se uma diferença de resíduos teria um efeito sobre a saúde.

Mas outros disseram que são necessárias mais pesquisas para explorar as diferenças potenciais de saúde e segurança entre os alimentos orgânicos e os convencionais, e que seria prematuro dizer que os alimentos orgânicos não são mais saudáveis do que qualquer versão não-orgânica.

“Neste momento, eu acho que tudo é baseado em evidências esporádicas”, disse Chensheng Lu, que estuda saúde e exposição ambiental na Escola de Saúde Pública de Harvard. bit.ly/PShmuj

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x