26 de Junho de 2022

Dólar

Euro

Internacionais

Jornal Primeira Página > Notícias > Internacionais > Macron perde maioria Parlamento, em meio a avanço de partido de Le Pen

Macron perde maioria Parlamento, em meio a avanço de partido de Le Pen

Em segundo lugar, a aliança de esquerda comandada pelo ex-candidato à presidência Jean-Luc Mélenchon ocupou 131 cadeiras

21/06/2022 13h50 - Atualizado há 4 dias Publicado por: Redação
Macron perde maioria Parlamento, em meio a avanço de partido de Le Pen Foto: Reprodução

Após as eleições parlamentares, na França, a ala governista que apoia o presidente reeleito Emmanuel Macron conquistou 245 assentos, 44 a menos que na legislatura anterior, e com isso perdeu maioria absoluta no Parlamento francês. Em segundo lugar, a aliança de esquerda comandada pelo ex-candidato à presidência Jean-Luc Mélenchon ocupou 131 cadeiras, enquanto o Rassemblement National, da também ex-candidata à presidência Marine Le Pen, passou de 8 para 89 parlamentares.

Em comentários à imprensa após os números oficiais serem divulgados, Le Pen classificou o resultado como uma “vitória histórica” e um “evento sísmico” na política francesa. “Macron é um presidente minoritário agora. Seu plano de reforma da aposentadoria está enterrado”, declarou a ex-presidenciável em Hénin-Beaumont, seu reduto no norte da França, onde foi reeleita para mais um mandato de cinco anos no Parlamento.

Na visão do analista de política e vice-diretor-geral do Instituto de pesquisa eleitoral Ipsos, Brice Teinturier, o resultado de ontem mostra que o partido de extrema-direita está “se instituicionalizando.

Para a Eurasia, o resultado foi “muito pior” do que o esperado, e agora a França enfrenta a perspectiva de “semanas de negociações confusas para formar uma nova coalizão ou governo minoritário”. A nova aliança terá de incluir diversos parlamentares de esquerda ou extrema-direita, algo negativo para Macron e que ameaça um período prolongado de instabilidade política, diz a consultoria, que ainda destaca o atual cenário complicado de guerra na Ucrânia e “risco crescente” de recessão econômica.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x