8 de Agosto de 2022

Dólar

Euro

Internacionais

Jornal Primeira Página > Notícias > Internacionais > Passeata pró-imigrantes espera reunir dezenas de milhares nos EUA

Passeata pró-imigrantes espera reunir dezenas de milhares nos EUA

10/04/2013 13h18 - Atualizado há 9 anos Publicado por: Redação
Passeata pró-imigrantes espera reunir dezenas de milhares nos EUA

Grupos a favor da reforma da imigração nos EUA esperam reunir dezenas de milhares de pessoas diante do Congresso norte-americano, nesta quarta-feira, 10, para cobrar a aprovação de uma lei que permita a eventual legalização de estimados 11 milhões de imigrantes sem documentos.

 

No domingo, dois importantes senadores disseram que o projeto de lei sobre a imigração deve terminar de tramitar nesta semana no Senado. O tema ganhou força no Congresso depois da reeleição do presidente Barack Obama, em novembro, com expressivo apoio do eleitorado hispânico.

Desde então, a oposição republicana passou a dedicar mais atenção ao tema da imigração, na esperança de recuperar espaço junto ao eleitorado de origem latino-americana — a minoria que mais cresce nos EUA.

Kica Matos, diretora de direitos da imigração do Centro para a Mudança Comunitária, uma das entidades organizadoras do ato, disse que os manifestantes querem pressionar o Congresso a aprovar uma lei em que “o caminho até a cidadania seja claro e expedito, e não seja vinculado a nada semelhante à fiscalização (da segurança fronteiriça)”.

Cerca de cem organizações, incluindo sindicatos, organizam o chamado Comício Nacional pela Cidadania.

O projeto que tramita no Senado, onde os democratas têm maioria, inclui o estabelecimento de novas regras para a concessão de cidadania norte-americana a imigrantes sem documentos que já estejam presentes no país, e também medidas para reforçar o controle da fronteira e para permitir que as empresas dos EUA supram a demanda por trabalhadores qualificados ou não.

Na Câmara, onde os republicanos são maioria, um grupo bipartidário está desenvolvendo a sua própria versão da lei, que também prevê regras para a obtenção da cidadania.

Se as duas versões forem aprovadas nas suas respectivas Casas, seria preciso conciliá-las para submeter o projeto consolidado a uma nova votação e em seguida submetê-lo à sanção presidencial.

Vários republicanos dizem apoiar o estabelecimento de um caminho para a legalização de imigrantes, mas relutam em adotar um projeto que leve à cidadania, por entenderem que isso recompensa pessoas que violaram leis. (reportagem adicional de Rachelle Younglai)

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x