14 de Agosto de 2022

Dólar

Euro

Notícias

Jornal Primeira Página > Notícias > Jogadoras do basquete querem melhorar

Jogadoras do basquete querem melhorar

21/10/2011 18h58 - Atualizado há 11 anos Publicado por: Redação
Jogadoras do basquete querem melhorar

Brasil não teve dificuldade para abrir o placar logo no início do jogoSob os olhares de Magic Paula, principal jogadora da equipe feminina de basquete que conquistou a última medalha de ouro para o Brasil nos Jogos Pan-americanos, em Havana 1991, a equipe brasileira estreou em Guadalajara 2011 com uma fácil vitória sobre o Canadá por 78 a 53, nesta sexta-feira, no Complexo CODE Alcalde, pelo Grupo B. O Brasil volta à quadra neste sábado, às 10h30 (13h30 de Brasília), para enfrentar a Jamaica, pela segunda rodada. A Colômbia é a quarta seleção da chave.

Na partida de estréia, a pivô Érika foi o destaque da equipe, com um double-double. Foram 15 pontos convertidos e dez rebotes. Iziani anotou 16 pontos e foi a cestinha. Palmira também teve atuação consistente, com um aproveitamento de 57% nos arremessos de dois pontos e três acertos em cinco tentativas de três pontos. “Tivemos um bom primeiro tempo, mas relaxamos demais no terceiro quarto. Não podemos achar que o jogo está ganho e deixar que o adversário se anime. Devemos jogar melhor que isso nos próximos dias”, alertou Érika, que ficou menos tempo em quadra do que o habitual devido a uma faringite. “Senti um pouco de falta de ar e não estava inteira”, explicou.

Diante de uma equipe formada por jogadoras jovens do Canadá, o Brasil não teve dificuldade para abrir o placar logo no início do jogo. Com forte marcação e muitas roubadas de bola, as brasileiras fecharam o primeiro quarto em 24/15. No segundo período, o Brasil manteve o ritmo, ajustou suas falhas no rebote defensivo, e fechou o segundo quarto em 43/25.

A boa vantagem no placar relaxou a equipe, que entrou no terceiro período desconcentrada e com um número muito alto de erros de passe, principalmente quando tentava explorar os contra-ataques. O time demorou mais de 2m15s para marcar seu primeiro ponto no período, e viu sua vantagem diminuir para nove pontos a 4m04s do fim do quarto: 48/39.

A oscilação se repetiu no quarto período, quando as duas equipes voltaram a demorar mais de dois minutos para pontuar. O Brasil quebrou o jejum com dois arremessos de três e abriu novamente vantagem, evitando qualquer susto. Com a vitória praticamente garantida, o técnico Ênio Vecchi aproveitou para colocar os reservas em quadra, que mantiveram o ritmo e fecharam a partida em 78/53. “A estreia é sempre um jogo complicado. Essa vitória fortaleceu a nossa confiança para o resto da competição”, afirmou o treinador. “O nosso jogo mais consistente ainda está por vir. Vamos passo a passo”, complementou. A ala Iziane foi mais crítica. “Tivemos muitos erros de passe, precisamos melhorar muito”, reclamou. “Mas se jogarmos tudo aquilo que somos capazes, ganharemos o título do torneio”, ressalvou. (cob.org.br)

Foto: Gaspar Nóbrega/Inovafoto/COB{jcomments on}

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x