A festa da Queima do Alho de Barretos

18 de agosto de 2012


A história deste ritual data dos tempos em que os tropeiros viajavam para vender seus bois. Os grupos eram compostos por um cozinheiro, um ajudante de cozinha e peões. Como as viagens eram longas, duravam entre três e quatro meses, os cozinheiros tinham a preocupação de trazer no lombo dos animais alimentos não perecíveis, conservados no sal grosso. Barretos era o ponto final desta longa jornada, por ser um grande mercado de compra de bois. Assim começou a competição entre os cozinheiros das comitivas que chegavam a cidade e preparavam a melhor comida. 

A Queima do Alho é uma tradição durante os dias da Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos. Trata-se de um concurso culinário, realizado no segundo Sábado do evento, que reúne de dez a doze comitivas, vindas de todo o Brasil. O vencedor é quem prepara a comida mais saborosa no menor tempo possível. O prato é composto de arroz carreteiro, feijão tropeiro, paçoca e churrasco e é feito em fogão improvisado, bem próximo ao chão. O público presente é brindado com um almoço servido à sombra do Ipê, ao som da melhor música sertaneja.  

2 recommended
comments icon 0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *