12 de Agosto de 2020

Dólar

Euro

Miltinho de Carvalho

Jornal Primeira Página > Notícias > Miltinho de Carvalho > Coluna Miltinho de Carvalho – 14/07/2020

Coluna Miltinho de Carvalho – 14/07/2020

14 de Julho de 2020 às 07:50 Publicado por: Redação
Coluna Miltinho de Carvalho – 14/07/2020

Humor de Bêbado

Estava uma mulher que não gostava de depilar as axilas no ônibus, aí um bêbado sentado lá atrás disse:

– Bailarina, oh bailarina!

A mulher não entendeu nada, e o bêbado continuou:

– Oh Bailarina, bailariiiiiiina, olha para mim bailarina.

Depois de um tempo, a mulher já enfezada disse:

– Que bailarina? Onde é que o senhor está vendo bailarina?

O bêbado:

– Se a senhora não é bailarina, como e que consegue botar o pé aí em cima?

Cantora Rita Garcia

Natural de Santos, litoral Sul de São Paulo, Rita Garcia é uma das novas apostas da música sertaneja. Dona de uma voz única, a cantora que tem um estilo forte e inconfundível, se prepara para lançar o segundo álbum da carreira, produzido pelo experiente Laércio da Costa, responsável pela produção de artistas como Roberta Miranda, Thaeme e Thiago e Solange Almeida.

O primeiro single “Dedicação Exclusiva”, está disponível em todas as plataformas digitais. A faixa composta por João Gustavo, Fran Locateli e Carlos Randall, conta com direção musical de Laércio da Costa e videoclipe dirigido por Bruno Fioravanti.

O novo álbum possui 12 faixas inéditas e é distribuído pela Sony Music.

Com três anos de palco profissionalmente, Rita já participou de grandes eventos pelo Brasil afora, sempre levando o melhor do sertanejo, incluindo no repertório “modões” clássicos e os grandes hits da atualidade.

A cantora já abriu shows de artistas consagrados como Milionário e José Rico, Rio Negro e Solimões, Cesar Menotti e Fabiano, Almir Sater, Chitãozinho e Xororó, Naiara Azevedo, Marilia Mendonça, entre outros. ​

Rita Garcia começou a cantar impulsionada pelo destino. Sua vontade era grande, mas as circunstâncias uniram essa vontade a vocação.

Desde cedo gostava de cantar e se apaixonou quando ouviu um músico tocar violão ao vivo pela primeira vez: “Um dia eu vou tocar igual a ele”. Aos 11 anos, entrou para um conservatório musical e permaneceu por quatro anos.

​Com o passar dos anos, já casada e com dois filhos, a música ficou cada vez mais presente em sua vida, se apresentando para a família, depois shows intimistas e eventos beneficentes. Em uma destas ocasiões, Rita estava em um evento sobre câncer de mama e, aos 46 anos, descobriu que também estava doente. Ela se apegou à música, redobrou sua fé e junto com o tratamento, se curou.

 A artista decidiu então se dedicar a carreira de cantora, e em seu primeiro álbum (2017) teve a honra de gravar a música “Deixa Eu”, composição da cantora Marília Mendonça. A música foi executada em mais de 20 estados do país, seguida das faixas “Bicho Besta” e “Até Quando”.

​Participou do Programa Raul Gil onde foi homenageada por toda sua história de superação contra um câncer de mama, que a motivou a realizar o sonho de ser cantora.

Danilo e Daniel contemplam geração de novos talentos da música sertaneja

Duas Vozes, beleza e carisma, formam um Canto e Encanto.

Danilo Lira e Daniel Duran, ícones da música brasileira, se unem e nasce a dupla Danilo & Daniel.

Danilo Lira é baiano, aos 13 anos trocou as clássicas brincadeiras de criança pelo mundo musical, foi vocalista das bandas baianas Gang Show, Pagodart e Mitiiê do Brasil, em 2014 partiu para carreira solo em projeto sertanejo e fez sucesso com a música “Aí Mente”
Daniel Duran nascido em Brasília, teve seu primeiro contato com a música ainda na adolescência cantando em bandas de axé e swingueira, por sempre gostar da música sertaneja e influência dos amigos, o cantor arrasou nos palcos com os sucessos “Cunhada” e “Chapeuzinho Vermelho” e abriu grandes shows de ídolos como Anitta, Lucas Lucco, Israel e Rodolfo, entre outros.

Em 2016 os cantores se unem e trazem um projeto novo e diferente. Ousados os cantores fazem uma mistura de sertanejo com forró, funk, axé e diversos ritmos brasileiros.
Boa sorte garotos que Deus os abençoe grandiosamente. Sucesso.

Mundo da música sertaneja está novamente em Luto

Faleceu na madrugada do último domingo, dia 05 de julho 2020, na cidade de Campinas (SP), com 63 anos, o senhor Expedito José Rocha, o cantor Davi, primeira voz da dupla Durval e Davi,

Ele estava internado em um hospital em Campinas, interior de São Paulo, e as primeiras notícias dizem que ele sofreu uma hemorragia interna.

O cantor, dono de uma das vozes mais marcantes da música sertaneja, já vinha com a saúde muito fragilizada desde 2018, quando teve problemas graves de coração e outros que vieram em decorrência dele.

Com quase 50 anos de carreira, os irmãos se profissionalizaram na música quando saíram de Goianésia (GO), e se mudaram para o estado de São Paulo, onde viveram a vida toda.

A dupla teve músicas muito marcantes e que atravessaram gerações. A mais lembrada e regravada até hoje é “Vida pelo avesso”.

Descanse em paz meu amigo Davi.

*Nasceu em o5.07.1957 e* faleceu no dia 05.07.2020.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x