21 de Maio de 2022

Dólar

Euro

Miltinho de Carvalho

Jornal Primeira Página > Notícias > Miltinho de Carvalho > Coluna Miltinho de Carvalho – 22/03/2022

Coluna Miltinho de Carvalho – 22/03/2022

22/03/2022 05h36 - Atualizado há 2 meses Publicado por: Redação
Coluna Miltinho de Carvalho – 22/03/2022

Humor Caipira – Reputação

Um avião repleto de parlamentares caiu no campo. Três caipiras que viram o acidente foram até lá e enterraram todos. Logo apareceu um helicóptero, de onde desceu um bombeiro, que perguntou:

— Vocês viram os políticos que estavam nesse avião?

— Vimos sim e a gente já enterrou “eles” todos..

— Mas vocês verificaram se algum estava vivo? Morreram mesmo todos?

— Ah, moço, quando a gente perguntou, eles até levantaram a mão. Mas o senhor sabe como político é tudo mentiroso…

 

Abençoada Semana Para Todos!

Desejo a todos os meus amigos e a todos que possam ler esta mensagem uma semana abençoada!

Se durante esta semana você não conseguir alcançar o que mais deseja, não se preocupe. Nunca esqueça que Deus sabe o que é melhor para você e que tudo tem o seu tempo certo para acontecer!

Sempre se alegre, pois Deus está controlando as nossas vidas! Quando a tristeza invadir o teu coração, lembre que o choro pode durar uma noite mas a alegria vem pela manhã!

 

Destaque

Bruna Viola se diz mulher ‘bruta’: ‘É caipira mesmo’

Ela não sai de casa sem seu canivete na cintura, não se rende a nenhuma proposta para mudar seu estilo que define como “caipira” e se diz uma mulher bruta e sem frescuras. Assim é Bruna Viola, a loirinha que ganhou destaque no cenário sertanejo por seu talento com o instrumento que lhe rendeu seu sobrenome artístico.

Bruna mostrou um pouco de sua postura diante das investidas para mudar seu estilo. Sem perder sua simpatia, a cantora se negou a fazer um leve ondulado no cabelo. O mesmo “não” foi recebido por alguns empresários que tentaram transformar o visual de Bruna. A cantora sertaneja revelou o que gosta de vestir e enumerou suas coleções que contam com uma de botas avaliada em cerca de R$ 100 mil.

 

Larissa Nogueira, voz sertaneja de Brasília

Apaixonada pela música, cantora tem como principais referências artistas Zezé Di Camargo & Luciano e Marília Mendonça

Uma das representantes das artistas de sertanejo em Brasília, Larissa Nogueira nasceu na capital e toca violão desde os 5 anos. Apaixonada por música, a cantora, que tem como principais referências artistas como Zezé Di Camargo & Luciano e Marília Mendonça, acredita que o sertanejo mudou muito, mas não perdeu as raízes. “No início da minha carreira, ainda era a época do ‘modão raiz’, com músicas mais românticas e até histórias contadas no ritmo sertanejo. Hoje, após a entrada do sertanejo universitário, o ritmo e as letras mudaram bastante, mas o mais interessante é que as características antigas ainda permanecem. Então, sem perceber, eu também fui mudando muito o estilo dos shows e das letras que escrevo”, conta Larissa. Além disso, a cantora destaca a importância dos outros ritmos musicais para a carreira. “Nosso quadradinho sem dúvidas tem a preferência pelo sertanejo, mas tento levar todos os estilos para os meus shows, até porque eu amo pop, MPB, reggae, rap e pagode. Optei por um repertório mais eclético”, declara.

 

Perfil

Karoline Violeira: cantora, violeira, violonista e compositora

Nascida em Botucatu, interior de São Paulo, essa “caboclinha”, chamada assim pela saudosa Inezita Barroso que tinha um carinho especial pela artista aprendeu a tocar ainda muito pequena. Cresceu num sítio cercada de recordações deixadas pelo avô como: coleções de fitas, discos de vinil, vitrolas, tudo do mais puro sertanejo raiz!

Inicialmente formou dupla com Bárbara Viola e depois com a cantora Michelle, que perdurou de 2008 à 2017. Juntas participaram de vários festivais e programas renomados na TV como Viola Minha Viola.

A caboclinha arrancou elogios da apresentadora Mariângela Zan e de Alex Marli Dias (Filha de Tião Carreiro) pela interpretação da moda de viola“Ferreirinha”, no Programa Aparecida Sertaneja.

Para comemorar o seu trabalho solo a artista lança seu primeiro álbum intitulado Traço de Giz que traz um rico repertório voltado a cultura e as tradições caipiras.

Seu sotaque caipira genuíno, a forma única de tocar o instrumento e a singularidade ao interpretar letras antigas sem se preocupar em modernizá-las, resulta numa harmonia inefável que encanta o público por onde se apresenta, ao lado de sua inseparável companhia: a Viola.

DISCOGRAFIA

Com um repertório que prioriza suas raízes o álbum “Traço de Giz” traz canções de renomados compositores da música sertaneja e também regravações de grandes sucessos. Homenageando a madrinha dos violeiros e grande dama da cultura e da música caipira Inezita Barroso e o mestre da viola Tião Carreiro, o trabalho conta com a participação mais especial de Alex Marli Dias, filha do músico que participa na faixa “Amargurado”.

As canções inéditas mostram as relações afetivas e a essência dessa violeira que interpreta canções de compositores como: Ademar Braga, João Miranda, Carlos Lima, Francisco Ramos, Nil Bernardes, Rubens Simões, Thiago Viola, Batista dos Santos e Zé Procópio.

Gravado, mixado e masterizado nos Estúdios Promix com a Produção Musical de Gabriel Jacob e a Produção Executiva e Direção Artística por Débora Ildêncio com o apoio do Instituto Jatobás, Traço de Giz é um lançamento da Casa dos Caipiras.

Viola de Ninar é o último single lançado em dezembro de 2020 pela cantora e violeira Karoline Violeira, canção especial, composta para sua filha Anahí. Que conta a relação das duas e da viola, que a mesma já podia ouvir ainda no ventre de sua mãe.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x