Miltinho de Carvalho

Coluna Miltinho de Carvalho – 30/06/2020


Humor

Um portuga tinha bebido a mais, e voltando para casa, capotou com o carro e ficou pendurado em uma árvore, sobre um precipício de 10.000 metros.

Logo após chega um mascarado, todo vestido de preto, em um cavalo preto, e usava uma espada e salva o portuga.

Logo pega a espada e faz um Z na barriga do portuga e pergunta:

– Sabes quem eu sou?

O portuga pensa (?) olha o Z e responde:

– Pois claro! Zuperman…

Pamella Barbosa se destaca no cenário sertanejo

Cantora, musicista e compositora. Essa é a definição da artista do sertanejo ou conhecido pela nova geração como ‘Feminejo’. A autodidata da cidade de Abaira (BA), toca violão, canta e é uma compositora nata. Pamella Barbosa, chegou ao mercado fonográfico com notoriedade. A baiana de apenas 22 anos de idade, é responsável por dar o tom a diversas canções sertanejas que fazem parte de repertórios, rádios e mídias digitais por todo o Brasil. Com uma estreia surpreendente, a jovem tem orgulho da sua trajetória como artista. Pamella, que já cantou em diversos festivais de sua cidade, começou a trilhar sua carreira aos 12 anos de idade com influência de seu avô, que ouvia muito modão de viola e sertanejo, onde a artista, já cresceu amante desse estilo musical. A artista, que canta por diversas casas de shows em São Paulo (SP), cidade onde reside, deu início a sua carreira profissional aos 18 anos. Hoje, já carrega em sua bagagem muitas composições originais, dois singles, três Lives Sessions, um clipe oficial e recentemente o seu primeiro álbum, que tem como título ‘Exordio’. Preservando sua origem e raízes simples, Pamella Barbosa, segue com a bagagem de quem domina a arte de compor, tocar e cantar, conquistando cada vez mais seu espaço, sempre com muito carisma e um jeito humilde de ser.

Alex e Yvan lançam no YouTube ‘Amor Caipira’

Uma das novas revelações da música sertaneja, apresenta o novo clipe na plataforma

A dupla Alex e Yvan, recentemente lançaram na plataforma YouTube, o clipe da música ‘Amor Caipira’, que é composição de Lucas Prata, e estreou em maio de 2020.

As cenas foram gravadas em várias cidades do Mato Grosso do Sul, como Rochedo, Ribas de Rio Pardo e Campo Grande.

Para quem ainda não sabe, a dupla passou por mudanças, e no início do ano, Ivan Pereira encerrou a parceria com Alex, para seguir novos rumos em sua carreira. O novo ‘Yvan’, que integra agora a dupla, se trata de Fagner Fabrício Corrêa. Nascido em Bodoquena, o cantor também fez parte do Grupo Tradição e atuava como violeiro e sanfoneiro.

Festas Juninas

Celebradas no Brasil desde pelo menos o século XVII, as Festas Juninas constituem a segunda maior comemoração realizada pelos brasileiros, ficando atrás apenas do Carnaval. De acordo com historiadores, a festa tem origem no culto aos deuses pagãos, mas sofreu influências do catolicismo e hoje há forte associação com os santos católicos, como Santo Antônio, São João e São Pedro.

Conheça as origens da ‘Festa Junina’:

Com a chegada dos portugueses, as festas, que já eram típicas na Europa, também desembarcaram no Brasil e aos poucos, foram se misturando com elementos próprios do interior do país e das tradições sertanejas. Comidas típicas, danças e enfeites utilizados nas festas de hoje são uma junção de partes da cultura africana, europeia e indígena.

Atualmente, há uma grande valorização das festas juninas na região Nordeste. Em Campina Grande, na Paraíba, por exemplo, acontece o maior festejo do país, com queima de fogos, fogueira gigante, concurso de quadrilhas e diversas barracas típicas com jogos e comidas.

comments icon2 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com