Miltinho de Carvalho

Coluna Sertaneja – Miltinho de Carvalho – 19/05/2020


Humor Caipira

Na fazenda dois homens estão conversando e um pergunta para o outro:
– Você é mais forte do que uma galinha?
– Sim, claro! – Responde o outro.
O primeiro diz:
– Então bote um ovo!

Novas cantoras se destacam no cenário da música sertaneja

A cantora e compositora Allana Macedo, é uma das cantoras que vem se destacando no cenário da música sertaneja.
Nascida em Brasília (DF) e criada em Planaltina (DF), a artista já possui mais de 15 músicas gravadas, incluindo um DVD criado em 2018 no Estado do Paraná.
Em 5 anos de carreira, a cantora e compositora já realizou apresentações musicais em grandes eventos, como rodeios, feiras agropecuárias, aniversários de municípios e conceituadas casas de shows dos estados de Minas Gerais, Goiás, Distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeirio, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Rapha Dantas é revelação na música sertaneja

Nascido em Santos (SP), o cantor Rapha Dantas começou a cantar aos 3 anos de idade em eventos da escola onde estudava. Aos 5 anos de idade, frequentava a igreja com a mãe e começou a cantar nos cultos, iniciando a carreira no segmento gospel. Aos 16 anos, investiu ainda mais no mercado musical e montou uma banda com amigos. Foi em bares e eventos fechados que despertou a atenção do público por onde passava. Com a repercussão positiva de seu trabalho, em 2009 lançou seu primeiro single: “Deixa Eu Te Amar”, que repercutiu bastante. Rapha Dantas mudou-se para São Paulo e foi vocalista de uma banda, cantando ritmos como Pop, Axé, MPB, Samba, entre outros. Após esse período, o artista entrou de vez para a música sertaneja, e em carreira solo lançou, em 2018, as músicas “Chega” e “Amei Antecipado”.
Mais informações:
Instagram @rapladantas oficial
Facebok @raplaedantas.

Morre em Guarulhos o cantor sertanejo Valderi

José Rodrigues de Carvalho, o Valderi, nasceu em Mortugaba, no estado da Bahia, em 22 de julho de 1936. Valderi começou a cantar com um irmão, na Rádio de Arapongas, no Paraná, na década de 50. Em 1962, foi para São Paulo e lá, com Monterrey, formou a dupla Charreteiro e Xandozinho, que ganhou o primeiro lugar no programa “Cuidado com a Buzina”, do Sílvio Santos. Depois Valderi cantou em dupla com Juracy. Ambas as duplas participaram de programas de rádio, mas sem gravar discos.
Em 1972 José Rodrigues de Carvalho o Valderi conheceu Mauro o “Misael” e formaram a dupla Valderi & Misael.
Valderi e Mizael participaram durante 15 anos do programa “Linha Sertaneja Classe A”, sob o comando de Zé Béttio e José Russo, na Rádio Record de São Paulo. Depois foram mais 5 anos na Rádio Capital de São Paulo.
Os dois primeiros LPs da dupla, de 1973 e 1975, continham quase somente músicas de autoria de Goiá. Foram gravados com o nome artístico invertido de Mizael e Waldery. Do terceiro LP em diante é que ficou Valderi e Mizael. E foi nesse terceiro disco, pela CBS em 1977, que a dupla atingiu o sucesso.
Valderi ganhou notoriedade no meio sertanejo nas décadas de 1970, por compor a dupla Valderi e Mizael que gravou 18 discos, e até os dias de hoje atinge milhões de visualizações no YouTube com suas canções.
Em 35 anos de carreira, Valderi e Mizael gravaram 18 álbuns de lançamentos (LPs e CDs). Em breves interrupções da dupla, Mizael gravou um CD com Alberto Cabanhas e outro com Carrerito.
Entre os grandes sucessos da dupla, destacamos “A Enxada de Ouro”, “Olho de Vidro”, “Flor de Aquidauana”, “Espinho na Cama”, “Despedida de um Poeta”, “Abismo Cruel”, “O Carro e a Faculdade”, “Centelha Divina”, “Avião das Nove”, “Rei dos Judeus”, “Conselho de Pai”, “Explode Coração”, “Tardes Morenas de Mato Grosso”, “Cidade de Santo André”, “O Mártir do Calvário”, “Rastros na Areia” e “Caminhos de Minha Infância”, entre outros.
A dupla Valderi e Mizael terminou no dia 05 de fevereiro de 2008, com o falecimento de Mizael, aos 64 anos de idade.
Em 2009, cerca de um ano e meio após o falecimento do Mizael, Valderi formou uma nova dupla com Jannel (da dupla Julinho e Jannel), lançando um CD. Mas a dupla não foi adiante. Jannel voltou a dupla com seu irmão Julinho e Valderi parou de cantar.
Descanse Valderi. Nasceu em 22/07/1936 e faleceu em 10/05/2020.
Mais informações: www.recantocaipira.com.br.

comments icon0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com