4 de Dezembro de 2020

Dólar

Euro

Notícias

Jornal Primeira Página > Notícias > Mulher está na UTI com sintomas dos irmãos mortos

Mulher está na UTI com sintomas dos irmãos mortos

22 de Setembro de 2011 às 13:10 Publicado por: Redação
Mulher está na UTI com sintomas dos irmãos mortos

Secretário, Arthur Pereira confirma internação de mulher com sintomas igual a dos irmãosUma mulher está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de São Carlos com os mesmos sintomas dos irmãos que morreram há 13 dias na cidade, de acordo com o secretário de Saúde, Arthur Pereira (foto). As causas da morte ainda são desconhecidas e estão sendo investigadas por uma comissão.

De acordo com o Pereira, todos os casos que apresentaram evolução dos sintomas de febre, associado à tosse ou com manchas pelo corpo e dor de garganta, que não foram resolvidos em até quatro dias, precisam estar em observação. “Temos um adulto na UTI em observação, mas sem comprometimento pulmonar, sem falta de ar, que é um sinal de alerta importante a partir desses sintomas”, disse.

Ainda segundo o secretário, todos os serviços de saúde da prefeitura e privados estão em alerta para que os casos, que não estão tendo uma evolução rápida, sejam investigados e, caso necessário, haja a internação para observação.

O Comitê de Investigação Epidemiológica, criados após as mortes, ainda não identificou se a doença foi causada por uma bactéria ou um vírus. “Se os sintomas relatados aparecerem, é preciso procurar um serviço de saúde. É importante a higienização das mãos e ter cuidados no contato entre as pessoas”, alertou o secretário.

Morte

A Prefeitura descartou que meningite, dengue hemorrágica, hantavirose ou febre amarela possam ter causado da morte dos irmãos André Brisolari, de 31 anos, e Alessandra Brisolari, de 39, no dia 8 de setembro.

André ficou doente cerca de 15 dias antes de morrer. Ele foi internado no dia 7 e morreu na manhã do dia seguinte. A irmã dele, Alessandra Brissolari, de 39 anos, morreu com os mesmos sintomas 16 horas depois.

A Prefeitura de São Carlos afirmou que a automedicação com antibióticos pode ter agravado a saúde dos irmãos. O laudo do Instituto Adolfo Lutz deve sair em outubro.

Os dois irmãos viviam com o pai em uma casa no Jardim Cruzeiro do Sul. Alessandra trabalhava no Departamento de Finanças da Secretaria Municipal de Saúde e André em um laboratório de Química da USP, onde cursava doutorado, e como professor do Sesi. (Jeferson Vieira – com colaboração){jcomments on}

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x