Polícia

Criminoso danifica CEMEI durante tentativa de furto no Jardim Munique


Um crime de dano ao patrimônio público, durante uma tentativa de furto qualificado, com base nos artigos 163 e 155 do Código Penal Brasileiro, foram registrados no decorrer desta última quinta-feira (13), junto à Polícia Civil de São Carlos (SP), por intermédio dos 1º e 4º Distritos Policiais na Vila Elizabete, após o Centro Municipal de Educação Infantil (CEMEI) Antônio Cotrim, ter sido alvo de uma ação criminosa durante a madrugada, nas dependências do bairro Jardim Munique.
Ao procurar pela respectiva unidade por meios próprios, a diretora da escola manteve contato com o delegado de polícia, Maurício Antônio Dotta e Silva, e então forneceu mais detalhes de todo o desfecho ocorrido contra a unidade de ensino.
Na ocasião, durante as suas versões que foram apresentadas para a autoridade policial, a diretora afirmou que constatou o delito durante a sua aproximação da unidade de ensino, para dar início a mais uma jornada em seu expediente de trabalho, onde em tal momento, a docente teria avistado um dano junto a uma tela externa de proteção, que chamou a atenção da mesma para a realização de uma melhor averiguação em toda edificação.
Ao ingressar para dentro da escola, a docente afirmou que ao verificar as dependências de tal local se deparou com as telas de duas janelas removidas mediante a danos, e também os vidros quebrados.
Tendo ciência de que a unidade de ensino possuí sistema de alarme, interligado junto ao Centro de Controle Operacional (CCO) da Guarda Municipal de São Carlos (SP), a diretora acionou a instituição, solicitando por um auxílio, onde na chegada de uma equipe de agentes municipais, todo o ocorrido foi informado, e imediatamente consultado pelos mesmos o fato, junto a base operacional a respeito do acionamento de disparo, sendo então verificado que nenhum tipo de alerta por parte do equipamento mencionado, foi registrado.
Ao analisar que durante a referida intervenção nada foi subtraído pelo marginal, a diretora da unidade posteriormente se deslocou até os 1º e 4º Distritos Policiais na Vila Elizabete, comunicando o desfecho do caso ao delegado de polícia de tal unidade, onde foi determinado pelo mesmo junto aos seus policiais civis, pela elaboração do registro de Boletim de Ocorrência de Danos ao Patrimônio Público e Furto Tentado Qualificado, com base nos artigos 163 e 155 do Código Penal Brasileiro, sendo posteriormente solicitado pela presença da Polícia Técnico Científica na referida CEMEI, para os procedimentos de perícia técnica e demais intervenções por parte do Instituto de Criminalística (IC).

comments icon0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *