Polícia

Homem é preso em flagrante após executar duas mulheres a facadas na cidade de Matão


Duas mulheres identificadas como Amanda Caroline Prates, 25 anos e Roseli Brito, 49 anos, foram executadas a facadas na tarde desta segunda-feira, 12, por um homem de 40 anos no decorrer de uma discussão entre uma das partes com o acusado, que era seu companheiro, que acabou sendo presa em flagrante delito pela prática do crime de duplo feminicídio, artigo 121, Lei Nº 13.104/2015 do Código Penal Brasileiro (CPB), no bairro Santa Rosa na cidade de Matão.
De acordo com o apurado, o agressor e autor do triste desfecho, estaria em uma discussão com Roseli que era sua companheira, quando em certo momento o mesmo tomou posse de uma faca, e ao atingir a mesma com pelo menos oito golpes, sendo os mesmos na região da cabeça e do pescoço, a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local.
A enteada que presenciou os fatos também acabou sendo golpeada, tentou fugir na companhia da filha, mais caiu desacordada em meio a via pública, onde populares ao presenciar os fatos rapidamente acionaram por socorro junto ao Centro de Operações do Corpo de Bombeiros (COBOM), e na chegada de uma Unidade Resgate (UR) a jovem foi levada até o Hospital Municipal Carlos Fernando Malzoni, onde ao dar entrada na unidade, horas depois acabou não resistindo aos graves ferimentos e também veio a óbito, decorrente a uma parada-cardiorrespiratória (PCR).
A Polícia Militar compareceu ao local dos crimes, realizou a preservação da área dos fatos e acionou pela Polícia Técnico Científica para os demais procedimentos de perícia técnica por parte do Instituto de Criminalística (IC), onde ao serem finalizadas as intervenções realizadas, buscas e diligências foram feitas com base nas característica do acusado em um possível local onde o mesmo poderia estar escondido, e ao ser encontrado o mesmo foi preso em flagrante delito e levado até uma unidade da Polícia Civil de Matão, onde ao ser apresentado o ocorrido para o delegado de polícia, Adriano Pitoscia, o mesmo registrou os delitos em Boletim de Ocorrência e posteriormente representou junto a Justiça, com o pedido de prisão preventiva do acusado, cujo ato ao ser acatado, resultou na transferência do indiciado da carceragem local para a Cadeia Pública de Santa Ernestina, onde o mesmo permaneceu a disposição da Justiça.
Segundo levantamento realizado pela Polícia Civil de Matão, o agressor já possuía passagens criminais do ano de 2015, pela prática do crime de lesão corporal, artigo 129 do Código Penal Brasileiro (CPB).
O caso agora deverá ser investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Matão.

comments icon0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *