Polícia

Homem que matou ex-companheira a facada é encontrado morto


Fabrício Fabiano Mathias, 38 anos, acusado de executar sua ex-companheira Guislene Aparecida Ferreira, 39 anos, com uma facada certeira na manhã da última segunda-feira, 21, no interior de um automóvel Citroen C4, Preto, Ano e Modelo 201, Placas de Franca, no bairro Vila São Sebastião, foi encontrado morto na manhã desta terça-feira, 22, na residência em que morava após ter se enforcado com fios de construção, no bairro Jardim Palmeiras na Zona Norte da cidade de Franca.
O corpo de Fabrício, foi encontrado por um homem de 42 anos que é vizinho da casa, situada na Rua Antônio Fortunato Oliveira, onde segundo conta, a testemunha estaria no interior de sua casa, quando achou estranha a atitude dos cachorros de Fabrício, que não paravam de latir, onde ao olhar a residência por cima do muro, se deparou com o corpo do rapaz pendurado e já sem vida.
Assustado, o vizinho de Fabrício acionou em ato continuo o Centro de Operações da Polícia Militar (COPOM) via 190, e comunicou o ocorrido, onde na chegada de equipes de militares a referida residência, toda a área foi preservada, e na sequência foi acionado pela Polícia Técnico Científica, para os procedimentos necessários de perícia técnica por parte do Instituto de Criminalística (IC).
Próximo ao corpo do rapaz, a equipe de peritos criminais encontraram uma carta, na qual Fabrício pedia perdão pelo que teria feito e que estaria passando por um momento difícil e que não poderia ‘suportar ver ela com outro’.
“Eu não queria que fosse assim mais não teve outro jeito a não ser esse. Peço que me perdoe e que vocês me entendam, pois estava passando por um momento difícil em minha vida. Peço desculpas a todos vocês pelo o que aconteceu, pois já não estava aguentando mais ficar sem ela, e outra, não iria suportar ver ela com outro. Sei que não devia mais aconteceu. E outra pessoa que quero pedir desculpa é pra você Necão. Você foi um pai pra mim. Não queria que fosse assim. Eu tentei mais não consegui. Fique só com as lembranças boas de mim. Obrigado por ser esse cara especial. Infelizmente eu não consegui. Desculpe a todos da família e amigos. Everton estamos juntos. Os dois sonhos que eu queria já realizei. Fabrício.”
A carta foi apreendida e após o término dos procedimentos o corpo do rapaz foi removido do local e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Franca, sendo posteriormente o ocorrido, registrado pela Polícia Militar em Boletim de Ocorrência, junto a uma unidade da Polícia Civil do município.

comments icon0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *