13 de Agosto de 2020

Dólar

Euro

Polícia

Jornal Primeira Página > Notícias > Polícia > Homicídios culposos no trânsito, estupros de vulneráveis e roubos aumentam em São Carlos

Homicídios culposos no trânsito, estupros de vulneráveis e roubos aumentam em São Carlos

25 de Março de 2020 às 17:45 Publicado por: Redação
Homicídios culposos no trânsito, estupros de vulneráveis e roubos aumentam em São Carlos Foto: Jean Guilherme

Balanço referente aos dois primeiros meses de 2020, apontam um aumento em tais delitos, de acordo com dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo

A cidade de São Carlos (SP) terminou o segundo mês do ano com aumento nos casos de homicídios culposos por acidentes de trânsito, além também nos crimes de estupros de vulneráveis, roubos no geral e de veículos, comparando janeiro e fevereiro de 2020, com base em dados divulgados na tarde desta quarta-feira (25), pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SP).
De acordo com tal balanço, três casos de homicídios culposos por acidente de trânsito ocorreram em fevereiro, enquanto em janeiro, não teve nenhum registro de tal ocorrência.
Nos casos de roubo em geral, no segundo mês do ano foram contabilizados 42 casos, enquanto em janeiro o número foi de 3 casos a menos, totalizando 39 registros de tal delito. Os roubos de veículos também estão em alta, uma vez que janeiro fechou totalizando 2 crimes, enquanto fevereiro, teve 7 ocorrências a mais na cidade.
Os crimes que ficaram instáveis de um mês para o outro foram os homicídios dolosos com apenas 1 caso e as tentativas de homicídios com 2 casos.
Os furtos de veículos tiveram uma redução de 23 ocorrências, onde nos primeiros 31 dias do ano, foram elaborados 42 registros, enquanto em fevereiro houve a redução para 19 delitos. Os furtos em geral também ficaram em queda, totalizando 8 crimes a menos, indo de 245 ocorrências para 237 no segundo mês do ano.
Enquanto os estupros de vulneráveis ficaram em alta, os estupros no geral caíram de 02 para nenhum registro.
Os casos de lesões corporais também ficaram em baixa, onde para as caracterizadas dolosas, foram de 50 para 45 casos, e as culposas por acidentes de trânsito, de 20 para 16 ocorrências. Lesões corporais culposas e seguidas de morte não foram registradas no munícipio em 2020.
Os casos que também não tiveram registros nos dois primeiros meses do ano, foram roubos de carga e a banco, latrocínios, homicídios culposos, e homicídios dolosos por acidentes de trânsito.
Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), tais dados são baseados nos registros nos órgãos de segurança do município, onde no interior de São Paulo, o balanço realizado terminou com reduções nas maiorias dos indicadores criminais.
Nos casos e vítimas de homicídios dolosos em todas as modalidades de furtos e nos roubos em geral, de veículos e de cargas, houve queda nos registros, além das extorsões mediante sequestros que permaneceram zeradas nestes dois primeiros meses de 2020.
Em todo o Estado de São Paulo, os dois primeiros meses se findaram com queda nos casos e vítimas de homicídios dolosos, que alcançaram as menores taxas do período, onde os estupros, roubos e furtos de veículos e roubos de cargas também tiveram redução.
A região de Ribeirão Preto (SP), cujo policiamento de São Carlos (SP) se enquadra junto de demais unidades militares que integram o Comando de Policiamento do Interior – 3 (CPI-3) e unidades do policiamento judiciário que compõe o DEINTER-3, um balanço geral aponta que no total da área, houve a redução dos casos e vítimas de homicídios dolosos, estupros e roubos em geral, de carga e veículos. Os furtos em geral e de veículos no montante das cidades pertencentes a tal área também registraram queda.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x