Polícia

Jovem é detido pela PM com mais de 200 eppendorfs de cocaína no bairro São José em Rio Claro


Um jovem de 21 anos foi detido pela Polícia Militar durante a madrugada do último sábado, 30, depois de ser surpreendido em posse de mais de 200 eppendorfs de cocaína, durante uma abordagem policial ocorrida no bairro São José na cidade de Rio Claro.
Uma equipe de militares, durante a realização do patrulhamento preventivo pelas vias públicas do respectivo bairro, se deparou com o acusado em atitude suspeita nas proximidades de sua residência, cujo qual ao notar a presença e aproximação da viatura policial, apresentou certo nervosismo e em ato continuo empreendeu fuga em direção a sua moradia, onde o mesmo foi acompanhado pelos PMs e contido em abordagem no corredor da residência.
Ao ser submetido aos procedimentos de buscas pessoais, ao lado do averiguado caído ao solo, os policiais militares encontraram cinco eppendorfs com cocaína que foram dispensados pelo mesmo a fim de frustrar a intervenção policial, onde ao ser indagado a respeito do fato, o acusado afirmou que estaria atuando na prática do tráfico de drogas pelo respectivo bairro, e imediatamente recebeu voz de prisão.
Ao apontar um imóvel em construção próximo do ponto no qual foi detido, os PMs foram informados que escondidos em um sofá que estaria dentro da respectiva casa em obras, haviam mais drogas escondidas, onde em averiguação durante as diligências, foram encontrados a quantia de 41 eppendorfs contendo a mesma substância entorpecente junto ao sofá, e em outro ponto da casa mais 171 porções da droga.
Detido, o acusado foi levado juntamente com todo material ilícito encontrado até as dependências do Plantão Policial da Delegacia Seccional da Polícia Civil de Rio Claro, onde todo o desfecho da intervenção policial realizada foram apresentados ao delegado de polícia plantonista, que diante das circunstâncias dos fatos elaborou o registro de Boletim de Ocorrência de Flagrante Delito de Tráfico de Drogas, autuando o indiciado com base no artigo 33 do Código Penal Brasileiro, e posteriormente o mesmo foi recolhido ao sistema penitenciário do município.

comments icon0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *