Polícia

Menor é apreendido pela GM com considerável quantia de drogas em mata no Santa Felícia


Acusado foi apresentado junto a DISE, onde foi elaboração registro de Boletim de Ocorrência

Um menor de 16 anos foi apreendido pela Guarda Municipal de São Carlos (SP), no início da tarde desta segunda-feira (29), após ser surpreendido com considerável quantia de drogas e dinheiro, no interior de uma mata, localizada ao lado da CEMEI (Centro Municipal de Educação Infantil) Homero Frei, nas dependências do bairro Santa Felícia.

Segundo consta, a equipe de GMs que integravam a viatura 643, estaria realizando um ponto de estacionamento na USF (Unidade de Saúde da Família) no bairro Santa Angelina, quando em certo momento, o CCO (Centro de Controle Operacional) da Guarda Municipal de São Carlos (SP), irradiou para as viaturas em patrulhamento preventivo no município, que um possível furto poderia estar em andamento nas dependências da referida unidade de ensino municipal, situada na Rua Francisco Lopes.

De imediato os GMs assumiram a averiguação, e iniciaram deslocamento ao local apontado, sendo que em certo trecho da Rua Francisco Possa, os agentes municipais se depararam com um indivíduo em atitude suspeita, que ao notar a presença da viatura da instituição, rapidamente ingressou para o interior de uma mata ao lado da CEMEI, sendo o mesmo acompanhado, até ser contido no interior da vegetação em abordagem.

Ao ser submetido aos procedimentos de buscas pessoais, os guardas municipais localizaram em posse do acusado certa quantia de drogas, onde ao ser indagado a respeito do fato, o indivíduo afirmou que estaria na prática do tráfico de entorpecentes, e em ato continuo apontou o local onde estaria escondido mais drogas, para o abastecimento de outros pontos para a comercialização.

Ao todo, foram encontrados e apreendidos a quantia de 84 pedras de crack, 240 invólucros de maconha, 157 eppendorfs contendo cocaína, além de R$ 10,00 em dinheiro.

Apreendido, o acusado junto com todo o material ilícito localizado, foi encaminhado até a sede da DISE (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes), onde o caso foi apresentado ao delegado titular da especializada, que determinou pela elaboração de Boletim de Ocorrência de Ato Infracional de Tráfico de Drogas (com base no artigo 33 do Código Penal Brasileiro), sendo o infrator na sequência liberado ao seu responsável.

comments icon0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com