9 de Maio de 2021

Dólar

Euro

Polícia

Jornal Primeira Página > Notícias > Polícia > Número de homicídios é o menor em 12 anos

Número de homicídios é o menor em 12 anos

26/06/2013 21h59 - Atualizado há 8 anos Publicado por: Redação
Número de homicídios é o menor em 12 anos

O Estado de São Paulo registrou queda de sete dos principais indicadores de criminalidade e teve o menor número de homicídios em 12 anos em um mês de maio. É o que apontam as estatísticas da criminalidade divulgadas nesta terça-feira, 25, pela Coordenadoria de Análise e Planejamento (CAP) no portal da Secretaria da Segurança Pública (SSP). 

 

Os dados apontam redução, além dos homicídios dolosos, nos crimes de roubo, roubo de veículos e de carga, furtos e furtos de veículos.

Os homicídios dolosos registraram queda pelo segundo mês consecutivo. A redução do indicador foi de 1,2%, passando de 332, em maio de 2012, para 328, no mesmo mês deste ano. É o menor índice desde 2001, quando foram registrados 1.101 assassinatos no mês de maio.

A queda de homicídios também foi apurada na Grande São Paulo –  19,51% sempre tendo-se em conta o mês de maio.

Vale lembrar, ainda, que nos últimos três meses, os homicídios dolosos têm registrado quedas, mês a mês, no Estado. Em março foram 403 casos, 363 em abril e, agora, os 328 em maio. Estas quedas, no entanto, não são utilizadas para fins estatísticos, que levam em conta a comparação com períodos semelhantes.

A redução dos homicídios vem ocorrendo desde a adoção de uma série de medidas pelo secretário da Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, como a realização de reuniões bimestrais com os chefes das polícias Civil e Militar de todas as regiões do Estado para discutir ações integradas visando derrubar os indicadores da criminalidade e estabelecer metas de redução.

As estatísticas apontam, ainda, um recorde de produtividade policial, ou seja, de prisões e flagrantes de tráficos de entorpecentes, no âmbito do Estado, Capital, Grande São Paulo e Interior. As polícias de São Paulo nunca prenderam tanto, em maio, e fizeram tantos flagrantes de tráfico desde 2001, quando os dados da CAP passaram a ser mensurados.

 

Queda nos roubos e furtos

O Estado de São Paulo teve diminuição de 8,48% dos roubos. Foram 21.208 ocorrências do indicador de criminalidade registradas em maio deste ano, contra 23.172 no mesmo período de 2012 – recuo de 1.964 casos.

 

Os roubos de veículo também caíram no Estado – passaram de 8.386 para 7.602. A diminuição foi de 9,35%, ou de 784 ocorrências.

Outra modalidade de roubo que teve queda em São Paulo, no mês de maio, foi o roubo de carga: 12,29%. Foram 635 casos do tipo contabilizados em maio de 2013, contra 724 no mesmo mês de 2012 – recuo de 89 casos.

Os furtos caíram 3,06% no Estado de São Paulo. A quantidade do indicador de criminalidade passou de 48.242 em maio do ano passado para 46.764 no mesmo mês deste ano – a queda foi de 1.478 ocorrências.

Outra diminuição pode ser verificada nos furtos de veículo. Maio de 2012 teve 9.674 boletins de ocorrência lavrados da modalidade criminal em todo o Estado. Já o mesmo mês deste ano teve 9.450. O recuo foi de 2,32%, ou de 224 ocorrências.

 

Latrocínio

Os indicadores de latrocínio (roubos ou tentativas seguidos de morte) tiveram redução de dois casos na Capital e nenhum registro em Bauru, Sorocaba, Campinas e Presidente Prudente. Além de estabilidade na Grande São Paulo, Vale do Paraíba e Litoral Norte e Piracicaba.

No Estado, em geral, houve aumento de uma ocorrência – passando de 35 para 36 casos contabilizados.

 

Recorde de prisões

Em maio, a eficiência das polícias Civil e Militar alcançou um patamar recorde em relação às prisões e aos flagrantes de tráfico de entorpecentes. Preparação e inteligência foram algumas das estratégias adotadas para a realização de 15.884 prisões em maio de 2013. É a melhor produtividade policial desde 2001.

Em comparação com o mesmo mês do ano passado – quando foram feitas 13.175 prisões – houve um aumento de 20,56%, ou de 2.709 registros do indicador de produtividade policial.

 

Mais flagrantes de tráfico

As polícias também realizaram mais apreensões de drogas ou prisões de traficantes em maio. O indicador de produtividade teve melhora de 14,18%, com 515 flagrantes a mais. É disparado o melhor indicador desde 2001.

Em maio de 2012 foram elaborados 3.632 boletins de ocorrência de tráfico de entorpecentes, o número subiu para 4.147 em maio de 2013 – 515 a mais.

 

Esse tipo de ocorrência depende totalmente da ação policial e o crescimento indica maior eficiência das polícias Civil e Militar para apreender drogas e prender traficantes.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x