Polícia

Polícia Civil investiga caso de violência doméstica na zona norte de Araraquara


Um caso de violência doméstica, praticado por um homem de 30 anos contra a sua companheira de 32 anos, está sendo investigado pela Polícia Civil desde as primeiras horas do último sábado, 30, após a mulher por conta própria, na companhia dos filhos do casal de 4, 6 e 8 anos, procurar pelo Plantão da Polícia Civil e informar o ato no qual estaria sendo vítima a um certo tempo na zona norte da cidade de Araraquara.
Por volta das 05h da manhã de tal data, o acusado chegou em sua residência embriagado, e em tal momento passou a desferir ameaças de morte contra a companheira, onde em ato continuo a mulher rapidamente pegou os filhos e deixou o imóvel, sendo na sequência perseguida pelo companheiro que estava bastante alterado, até um ponto de ônibus, onde conseguiu se evadir das proximidades do indivíduo com os menores.
Temendo pela sua segurança e também a segurança dos filhos, a mulher se deslocou até o Plantão da Polícia Civil de Araraquara, onde em contato com o delegado de polícia plantonista, informou o que havia ocorrido bem como o que vem sofrendo no relacionamento que possuí com o acusado a aproximadamente dez anos.
Em suas versões apresentadas, a vítima informou para a autoridade policial, que sofre frequentemente com desmaios, devido a diversas agressões na qual a mesma sofreu no decorrer de uma de suas gestações.
A mulher alegou ainda, que além de apanhar do companheiro e acusado, a mesma é proibida de manter contato com seus familiares, residentes nos estados do Maranhão e do Rio de Janeiro.
Segundo suas versões, a mesma somente teve coragem de realizar tal denúncia, devido a estar sendo assistida pelo Centro de Referência da Mulher do município, onde depois de muito contato realizado com a psicóloga da instituição, deixou o medo de lado e decidiu em lutar pela sua vida e a segurança dela e de seus filhos, que sofrem com o fato.
Diante de tal fato, o delegado de polícia plantonista determinou que fosse elaborado o registro de Boletim de Ocorrência de Violência Doméstica, com base na Lei Maria da Penha, onde o fato será representado junto a Comarca da Justiça Criminal de Araraquara, e os ataques aplicados contra a vítima investigado pela Polícia Civil, através da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).

comments icon0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *