7 de Julho de 2022

Dólar

Euro

Polícia

Jornal Primeira Página > Notícias > Polícia > São Paulo participa da ação Divisas Integradas para reforçar segurança no campo e coibir crimes ambientais

São Paulo participa da ação Divisas Integradas para reforçar segurança no campo e coibir crimes ambientais

Com apoio de órgãos federais, cinco estados mobilizam forças de segurança e agências de fiscalizações para inibir roubos e furtos de gados

26/05/2022 14h38 - Atualizado há 1 mês Publicado por: Redação
São Paulo participa da ação Divisas Integradas para reforçar segurança no campo e coibir crimes ambientais Foto: Divulgação / Governo do Estado de São Paulo

São Paulo se une a outras quatro unidades federativas limítrofes para inibir crimes ambientais e reforçar a segurança no campo, por meio da operação “Divisas Integradas VI”. Iniciada dia 24 de maio, com duração prevista de dois dias, a ação visa combater crimes cometidos em áreas rurais, como furtos e roubos de maquinários, defensivos agrícolas e animais, além de crimes ambientais, como rinhas de galo, transporte de madeira ilegal, loteamento clandestino, pesca ilegal, caça e tráfico de animais silvestres.

Os trabalhos são realizados com a integração das polícias Civil, Militar e Técnico-Científica do Estado de São Paulo e dos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e Mato Grosso do Sul, além de órgãos federais.

A megaoperação foi desencadeada após um minucioso estudo para combater crimes contra o agronegócio, que responde por 27,4% do PIB e que em São Paulo, por exemplo, é responsável por 12,8% do Produto Interno Bruto (PIB/SP) e 23,15% dos vínculos formais de trabalho.

Elencados os pontos de atenção, os cinco estados planejaram ações para superar esses obstáculos e aumentar a segurança no campo. Foram mapeados locais estratégicos para reforço do policiamento em rodovias, estradas secundárias e vicinais, além do patrulhamento aéreo e fluvial.

São Paulo

Em São Paulo, os trabalhos se concentram nas áreas rurais próximas às divisas com Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná e Rio de Janeiro, além da região Norte do estado, próxima a Ribeirão Preto e São José do Rio Preto.

Na região limítrofe entre Minas e São Paulo, o foco são os roubos e furtos de defensivos agrícolas, produtos que se tornaram mais escassos e valorizados, depois do início da guerra entre Russia e Ucrânia.

Na divisa com o Mato Grosso do Sul, o alvo central são roubos e furtos de gado, enquanto na divisa com o Paraná as ações visam, principalmente, o roubo e o furto de máquinas agrícolas.

A operação mobiliza em todo Estado de São Paulo em torno de 4000 policiais militares e civis, com 1333 viaturas, além de aeronaves e drones.

Por parte da Polícia Judiciária, serão cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão, aprovados pela Justiça em consequência de investigações.

Participam da operação todos os grandes Comandos de Policiamento do Interior (CPIs) e Departamentos de Polícia Judiciária de São Paulo Interior (DEINTERs), além das especializadas: Comando de Policiamento Rodoviário (CPRv) e Comando de Policiamento Ambiental (CPAmb); Departamento de Inteligência da Polícia Civil (DIPOL) e Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC).

Em paralelo, equipes da Polícia Técnico-Científica foram reforçadas para realizar com agilidade todas as perícias e exames necessários.

Outros órgãos

Também participam da operação “Divisas Integradas VI”, as secretarias estaduais de Segurança Pública (SSP), por meio do Centro de Operações Integradas (COI), da Fazenda (SeFaz), Infraestrutura e Meio Ambiente (SIMA), Agricultura e Abastecimento (SAA) , além da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Exército, Marinha, Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Ministério Público, Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), entre outras agências.

Divisas Integradas

A operação “Divisas Integradas” é realizada desde 2020 para combater a criminalidade nas fronteiras e aumentar a sensação de segurança da população. Nas fases anteriores, foram efetuadas 6,1 mil prisões e apreendidas quase 70 toneladas de drogas. Também foram apreendidas mais de 620 armas de fogo ilegais e recuperados cerca de 740 veículos roubados e furtados.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x