9 de Maio de 2021

Dólar

Euro

Polícia

Jornal Primeira Página > Notícias > Polícia > Trabalhador terceirizado morre após ser atropelado por caminhão na Electrolux

Trabalhador terceirizado morre após ser atropelado por caminhão na Electrolux

Segundo apurado, veículo pesado estaria em manobra, quando atingiu e passou sobre a vítima

03/05/2021 09h57 - Atualizado há 6 dias Publicado por: Redação
Trabalhador terceirizado morre após ser atropelado por caminhão na Electrolux Fotos: Jean Guilherme

Um homem de 54 anos, identificado como Luiz Alberto Aparecido de Santis, morador no distrito de Água Vermelha, que seria um trabalhador terceirizado, morreu na manhã desta segunda-feira (3), após ter sido atropelado por um caminhão em manobra, nas dependências da fábrica da Electrolux, na região da Vila Prado.

Segundo o apurado pela reportagem do Jornal Primeira Págna, a fatalidade ocorreu por volta das 06h40, enquanto um caminhão Volkswagen Constellation Tractor 19-320, Prata, era manobrado por um motorista de 36 anos em um dos pátios da empresa. De acordo com as versões apresentadas, a vítima estaria retornando de uma das portarias de acesso, caminhando em um dos pátios da empresa onde estaria sendo manobrado o veículo pesado, quando ao passar na frente do caminhão, acabou sendo atingido, caiu ao solo e foi atropelado.

Funcionários ao se depararem com o fato, via 192 acionaram por socorro junto ao SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e tentaram prestar os auxílios para a vítima gravemente ferida, porém, o trabalhador não resistiu e evoluiu seu quadro à óbito no local do acidente.

A Polícia Militar foi acionada e compareceu até a empresa, e diante da fatalidade realizou a preservação da área, até a chegada da Polícia Técnico-Científica, que realizou todos os procedimentos de perícia técnica.

O delegado de polícia, Reinaldo Lopes Machado, à frente da CPJ (Central de Polícia Judiciária) esteve no local da fatalidade e acompanhou todos os procedimentos realizados pelo IC (Instituto de Criminalística), sendo ao término o corpo do trabalhador removido pela funerária de plantão e encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) de São Carlos (SP).

O caso foi encaminhado para à CPJ (Central de Polícia Judiciária), onde foi realizado o registro de Boletim de Ocorrência.

Em nota, A Electrolux lamenta o acidente ocorrido nas dependências na fábrica de São Carlos (SP) na manhã desta segunda-feira (3) e diz já estar apurando a fatalidade ocorrida no pátio das docas, que envolveu um colaborador de empresa terceirizada. Todas as medidas cabíveis estão sendo tomadas e as autoridades competentes foram prontamente acionadas. A Electrolux informa que parou suas atividades durante o primeiro turno manhã em respeito à vítima e à empresa parceira. Nos colocamos à disposição para prestar todo o suporte necessário à família.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x