21 de Outubro de 2020

Dólar

Euro

Eleições 2020

Jornal Primeira Página > Notícias > Eleições 2020 > 1.100 mesários irão trabalhar nas eleições, destaca Juiz Eleitoral

1.100 mesários irão trabalhar nas eleições, destaca Juiz Eleitoral

O Juiz eleitoral da 121ª ZE concedeu entrevista, exclusiva, ao Jornal Primeira Página

20 de Setembro de 2020 às 12:08 Publicado por: Redação
1.100 mesários irão trabalhar nas eleições, destaca Juiz Eleitoral Foto: Luis Morelli

O Dr. Carlos Castilho Aguiar França, Juiz Eleitoral da 121ª Zona Eleitoral (121ª ZE) de São Carlos, concedeu entrevista, exclusiva, ao Jornal Primeira Página (JPP). Na entrevista ele comentou sobre vários assuntos pertinentes às eleições municipais deste ano, como por exemplo, convocação de mesários, segurança sanitária, biometria, abstenção, seções eleitorais, entre outros assuntos.

JPP: Como estão os preparativos da justiça eleitoral para o trabalho dos mesários e o recebimento dos eleitores nas seções eleitorais, que já é considerada atípica, por ser durante uma pandemia?

Dr. Castilho: A Justiça eleitoral está esmerando na condução do processo eleitoral, tanto para garantir aos candidatos a liberdade de manifestação de suas campanhas e suas propagandas, mas também e sobretudo cuidando para que exista segurança sanitária, exista segurança para os eleitores. Sobretudo no dia da eleição, e nesse sentido o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) inclusive já divulgou diretrizes que permitam aos eleitores votarem com segurança.

JPP: Como está a convocação de mesários em São Carlos? Teremos o suficiente para a condução dos trabalhos das eleições 2020?

Dr. Castilho: Sim, é motivo de satisfação e de alegria, até para nós, sabermos que na cidade de São Carlos e no Estado de São Paulo o eleitor responde civicamente a esse dever. Então, nós não tivemos dificuldade em recrutar o número de mesários suficientes, e veja, para efeito de informação, só em São Carlos já recrutamos ao todo, em torno de 1.100 mesários, que irão se dedicar ao processo de votação no dia 15 de novembro.

JPP: Os mesários já estão recebendo os treinamentos e bem como orientações especiais de como agir por causa da pandemia?

Dr. Castilho: O processo de votação e a participação do mesário na seção eleitoral é algo de responsabilidade. Nós temos aqui em São Carlos um grupo de mesários que já trabalhou muito tempo e muita experiência e mesmo para aqueles que estão integrando mais recentemente esse corpo de mesários, a Justiça eleitoral presta bastante orientação e proporciona curso de formação. A novidade, que já nem exatamente é novidade, porque na eleição de 2018 já usamos essa ferramenta. Neste ano, o treinamento do mesário será por intermédio de um aplicativo desenvolvido pelo TSE, com todas as informações que o mesário precisa para desempenhar bem sua função. Então, nós sequer teremos a necessidade de fazer aquelas longas reuniões com mesários, reunindo em torno de 200 pessoas por noite, orientando sobre como operar a urna eletrônica e quais os cuidados que se deve ter no trato com as urnas e com os eleitores.

JPP: Quais são as diretrizes sanitárias que a Justiça eleitoral irá colocar em ação no dia das eleições?

Dr. Castilho: O TSE já desenvolveu essas diretrizes de segurança sanitária, que são: toda a seção eleitoral terá dispenser, aqueles equipamentos com álcool em gel para higienização das mãos; todo mesário vai receber uma máscara de proteção facial (face shield), e teremos normas a seguir. Uma delas é muito importante, o eleitor só será admitido na seção eleitoral se estiver utilizando máscara de proteção facial e que é de obrigação de todos nós, então você eleitor ou eleitora não se esqueça, ao se dirigir a seção eleitoral, no dia 15 de novembro, não deixe de levar consigo a máscara de proteção. Outro fator importante, se possível levar também uma caneta para assinar o caderno de votação. Porque queremos evitar o compartilhamento de material e também minimizar o contato físico entre eleitor e mesário. Com relação as filas, os eleitores serão mantidos a uma distância de segurança. Mas, mesmo assim cada seção eleitoral terá álcool em gel para higienizar a caneta que será utilizada ao assinar o caderno de votação e para higienizar o teclado da urna eletrônica após cada voto.

JPP: A biometria será utilizada nesta eleição?

Dr. Castilho: Procedimento de identificação do eleitor, por identificação biométrica, não será utilizado. Porque seria mais um instrumento a ser compartilhado com alguém, então a Justiça eleitoral abdicou e deixou de lado a identificação biométrica. O candidato será identificado na seção eleitoral por intermédio de um documento oficial com foto e não precisará colocar o dedo na urna. Em São Carlos, 57% do eleitorado já aderiu a biometria, então, esses eleitores podem baixar o E-Título para comprovar a sua identificação no dia da eleição.

JPP: Nesta eleição teremos menos seções eleitorais?

Dr. Castilho: Essa sua pergunta me leva fazer uma observação antes do dia da eleição. Se possível, até antes do dia da eleição, que o eleitor verifique se a sua seção eleitoral não foi modificada. Porque nós realizamos remanejamento de algumas seções eleitorais, em São Carlos. Portanto, a pessoa não foi transferida de Colégio eleitoral, mas dentro daquele Colégio pode ter havido uma mudança do número da sua Seção. Então, para evitar aglomeração e até para que a pessoa fique um pouco perdida no dia da eleição, procure saber com antecedência se a sua seção eleitoral ainda é a mesma. Você pode consultar o site do TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de SP) ou pode até mesmo ligar no cartório eleitoral para confirmar o número da seção eleitoral e o próprio título que está sendo atualizado, que deve trazer também essas informações. Portanto, neste ano teremos menos seções eleitorais, e assim fizemos o remanejamento de algumas seções.

JPP: Nas eleições municipais de 2016 tivemos uma abstenção em torno de 21%. Na sua opinião neste ano a abstenção será maior ou menor?

Dr. Castilho: Não fiz nenhum raciocínio ainda sobre qual será o índice de abstenção. Naturalmente que nós respeitamos e a Justiça eleitoral será muito respeitosa com o eleitor que porventura descida não votar, não comparecer por uma questão de segurança. Eu até lembro os eleitores com idade entre 16 e 18 anos e os eleitores com idade superior a 70 anos, para essas pessoas o voto é facultativo. Evidentemente que você leitora ou você eleitor, se tiver alguma dificuldade pessoal, tiver alguma comorbidade e optar por não votar, lembre-se apenas de depois da eleição, justificar sua ausência para evitar um processo de multa ou alguma sanção. Mas, nós incentivamos, sim, que você faça o possível para comparecer e votar, porque o seu voto é muito importante.

JPP: Qual a mensagem que o Juiz eleitoral deixa aos eleitores nestas eleições que serão realizadas durante uma pandemia?

Dr. Castilho: Nossa sem dúvida, passamos por um momento muito difícil, a história certamente vai nos lembrar. Vai lembrar aos nossos filhos e netos as dificuldades que esse período nos trouxe, as lições que esse período nos deixa. Agora é muito importante, que o eleitor se conscientize da necessidade de participação nesse processo, é importante que o leitor apesar de considerar as dificuldades pessoais, as dificuldades sociais que nós passamos e que nós enfrentamos, é muito importante que você compareça a sua seção eleitoral e vote. Mas, vote com consciência, porque do seu voto eleitor e eleitora, o destino da administração e a gestão da nossa cidade dependerá do seu voto. Então é muito importante, que todos participemos com responsabilidade.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x