28 de Outubro de 2021

Dólar

Euro

Política

Jornal Primeira Página > Notícias > Política > Comissão realiza 2ª reunião para discutir regulação e fluxo de pacientes

Comissão realiza 2ª reunião para discutir regulação e fluxo de pacientes

Neste segundo encontro também ficou decidido que a regulação e fluxo de pacientes, continuará sendo realizado pela CROSS

05/09/2021 08h13 - Atualizado há 2 meses Publicado por: Redação
Comissão realiza 2ª reunião para discutir regulação e fluxo de pacientes Foto: Divulgação / Câmara Municipal de São Carlos (SP)

A Comissão de Saúde da Câmara Municipal de São Carlos, composta pelos vereadores Lucão Fernandes (presidente), Cidinha do Oncológico (secretária) e Sérgio Rocha (membro), realizou na quinta-feira (02) a segunda reunião para discutir sobre a regulação e fluxo de pacientes, com o objetivo de reduzir a espera por vagas das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) para os hospitais de referência.

Representando a Santa Casa estiveram presentes Antônio Valério Morillas Junior (Provedor), Vitor Marim (Diretor Técnico), Vanessa de Freitas (Diretora de Práticas Assistenciais) e o Roberto Muniz Júnior (Gerente Médico). Além dos representantes da Santa Casa, participaram o Diretor do Departamento Regional de Saúde (DRS III), Jeferson Yashuda; a diretora técnica de Serviço de Saúde do Departamento Regional de Saúde (DRS III), Sônia Regina Souza Silva; o Secretário Municipal de Saúde de São Carlos, Marcos Palermo; e a Gerente de Atenção à Saúde do HU, Valéria Gabassa. Também participaram do encontro os vereadores Elton Carvalho, Professora Neusa, Dé Alvin e Ubirajara Teixeira (Bira).

O presidente da Comissão, Lucão Fernandes disse que o Departamento Regional de Saúde (DRS III) está viabilizando, junto ao Governo de São Paulo, a criação e o financiamento de 20 novos leitos de UTI Geral em São Carlos – 10 na Santa Casa e 10 no HU – até que os leitos passem a ser mantidos pelo Ministério da Saúde.

Como o processo de montagem e estruturação dos leitos de UTI no HU é mais moroso, porque depende de contratação de profissionais por concurso público, a Santa Casa se disponibilizou a montar mais 10 leitos temporários de UTI Geral para suprir as demandas atuais, até que o HU consiga montar sua estrutura.

Lucão lembra que o Hospital Universitário hoje, não possui leitos habilitados para UTI Geral, uma vez que os 10 leitos existentes, criados em maio de 2020, foram abertos já com a proposta de habilitação para Covid-19.

Neste segundo encontro também ficou decidido que a regulação e fluxo de pacientes, continuará sendo realizado pela CROSS (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde), inclusive no caso das vagas solicitadas pelas operadoras de saúde que não oferecem leitos de UTI.

Outro impasse resolvido foi em relação aos pacientes que chegam até a Santa Casa através do SAMU (vítimas de acidentes de trânsito, pacientes infartados entre outros). A regulação e o fluxo desses pacientes passarão a ser realizado pelo próprio SAMU o que dará mais agilidade no atendimento.

A criação do sistema de telemedicina também foi aprovada nesta reunião. O sistema servirá para dar um apoio aos profissionais de saúde das UPAs.  “Irá ajudar a melhorar o atendimento prestado nas UPAs, até que o paciente consiga uma vaga seja na Santa Casa, seja no HU. Por exemplo, se chega um paciente infartado numa das UPAs, ajuda muito se o profissional de saúde de lá tenha esse apoio de uma consultoria com um profissional qualificado em alta complexidade nesse quesito na Santa Casa. Isso vai ajudar a melhorar o atendimento a esse paciente neste primeiro momento”, explicou Lucão.

Na reunião, também foi acordada a criação de um Comitê Técnico composto por membros da Santa Casa, do HU, da Câmara Municipal, da Secretaria Municipal de Saúde e do Departamento Regional de Saúde (DRS III) para que as dificuldades, sugestões e melhorias sejam discutidas mensalmente. O objetivo é seguir os mesmos moldes do Comitê criado para o enfrentamento da pandemia, que fez com que São Carlos se mantivesse na lista dos municípios paulistas com menor taxa de letalidade.

“Fiquei muito satisfeito com os resultados que obtivemos nestes dois encontros com os responsáveis pela Saúde em São Carlos. Com essas decisões, esperamos melhorar, agilizar e dar mais qualidade no atendimento aos pacientes que necessitam de leitos de UTI e que muitas vezes precisam aguardar uma vaga nas UPAs ou unidades de saúde das cidades vizinhas. A criação desse comitê técnico também será importante para acompanharmos a evolução dos serviços mensalmente”, finalizou Lucão Fernandes.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x