Política

Comunidade negra se revolta com crime de racismo de diretora da Prefeitura


A comunidade negra de São Carlos se revoltou com o crime de racismo cometido pela diretora da da Secretaria da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, Carla Campos. Ela teria ofendido uma servidora concursada desde o momento em assumiu o cargo. Por várias vezes, Carla Campos criou situações vexatórias e chegou a falar que “uma nuvem negra pairou sobre a secretaria”, em alusão da cor da pele da trabalhadora. Outra situação se diz a respeito de uma trabalhadora de uma empresa terceirizada. Carla Campos chegou a trancar a funcionária da terceirizada em uma sala. A trabalhadora também é negra. Ainda segundo informações obtidas pelo Primeira Página, a diretora trancava a funcionária e zombava dela ser negra. Os relatos de racismo e assédio moral foram registrados em boletim de ocorrência na tarde desta quarta-feira (10) na DDM.

O Conselho Municipal da Comunidade Negra e o Coletivo das Mulheres Negras emitiram na tarde de quarta-feira uma nota. Leia na íntegra:

“O Conselho Municipal da Comunidade Negra de São Carlos e o Coletivo de Mulheres Negras vem a público repudiar episódio de crime de racismo praticado nesta tarde, dia 10/07/19,  por cargo político da Secretaria da Pessoa com Deficiência, Sra. Carla Campos, contra servidora da mesma secretaria. Em razão da gravidade dos fatos relatados e da responsabilidade deste Conselho e da Comunidade negra de São Carlos no combate permanente de práticas de racismo, solicitamos medidas urgentes da Prefeitura Municipal de São Carlos a fim de que medidas cabíveis sejam tomadas. Cabe salientar, que esse caso  será amplamente divulgado e acompanhado por todos os movimentos negros de norte a sul do Brasil”. 

comments icon0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *