26 de Setembro de 2021

Dólar

Euro

Eleições 2020

Jornal Primeira Página > Notícias > Eleições 2020 > Corrida eleitoral de Descalvado não terá os tradicionais comícios

Corrida eleitoral de Descalvado não terá os tradicionais comícios

Sistema de campanha tradicional até o início do Século XXI torna-se totalmente obsoleto e caro em tempos de redes sociais

25/10/2020 08h21 - Atualizado há 11 meses Publicado por: Redação
Corrida eleitoral de Descalvado não terá os tradicionais comícios Fotos: Divulgação

Os tradicionais comícios que reuniam até milhares de pessoas para ouvir as propostas de candidatos até o final do Século XX estão fora da agenda dos prefeituráveis de Descalvado. NO município os últimos comícios foram realizados em 2012. No ano de 2016, quando a cidade contou com cinco candidaturas, os comícios já não foram realizados.  Um dos grandes embates em vários comícios se deu na disputa de 2004, quando José Carlos Calza, que concorria à reeleição, venceu o opositor e depois prefeito da cidade, Luís Antonio Panone, por pouco mias de 300 votos por causa da excelente presença de público nos comícios e também de sua repercussão.

Um dos principais motivos para isso é a adoção de novas tecnologias nas campanhas eleitorais, como as lives nas redes sociais, como Facebook, Youtube, Zoom, Google Meet, e várias outras, que podem atingir milhões de pessoas. Além de ter maior alcance para a divulgação de ideias, as redes sociais tem um custo bastante pequeno, o que as torna uma ferramenta fundamental para campanha eleitoral, principalmente num período de forte crise econômica.

Outro ponto importante para a não realização dos comícios é a pandemia do novo Coronavírus que recomenda a não aglomeração de pessoas.

O prefeiturável Luisinho Panone (PSDB) afirma que sua campanha não terá nenhum comício. “Hoje, com toda a tecnologia à nossa disposição temos métodos e ferramentas muito mais eficazes para chegarmos ao eleitor”. Desta forma, o comício acabou se tornando uma alternativa obsoleta. Em tempos de pandemia, então, nem seria recomendável em qualquer circunstância.

O atual prefeito e candidato à reeleição, Becão Reschini (PL) também. “Nosso pessoal não pretende fazer comícios, não. Não estamos querendo inventar nada neste sentido”, ressaltou ele. A reportagem enviou a pergunta para o candidato Vick Francisco (PTB), mas até o fechamento da matéria ele não respondeu.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x