Política

CPI dos Transportes confirma irregularidades cometidas por Coca na “farra dos semáforos”


A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Transportes confirmou, durante as investigações, algumas irregularidades cometidas pelo secretário Antonio Clóvis Pinto Ferraz, o Coca em sua Pasta e que estarão apontadas no relatório final, que será votado em plenário e depois enviado ao Ministério Público e também para o Tribunal de Contas para as devidas providências e punições. O caso ficou conhecido em São Carlos como “a farra dos semáforos”.

A promotoria deverá mover um inquérito civil contra o secretário Coca e os demais envolvidos enquanto o TCE tomará os procedimentos para punir as infrações. O relatório, elaborado pelo vereador Dimitri Sean (PDT) deverá ser analisado e votado ainda esta semana pela CPI. Até o final de outubro, este relatório será votado pelo plenário da Câmara Municipal. 

O presidente da CPI, vereador Robertinho Mori Roda (PSDB) e Roselei Françoso, que é membro da Comissão, afirmaram na tarde de ontem que foi confirmado que um dos produtos utilizados para a tinta utilizada para a confecção de faixas de segurança de pedestres estava muito acima do normal. Além disso, segundo Roda, a cada faixa azul pintada era possível se pintar duas faixas e meia de cor branca.

A falta de critérios para a implantação de semáforos e também a destinação dos antigos semáforos foram outras questões investigadas pela CPI. Segundo Roselei Françoso, a Prefeitura gastou muito dinheiro em implantação de semáforos, mesmo tendo um crédito superior a R$ 1 milhão com a empresa Encalso, que poderia ter realizado este trabalho.  “Quando houve o questionamento da Câmara e a criação da CPI houve um recuo por parte do secretário Coca, que cessou com as pinturas das faixas de pedestres na cor azul”.

comments icon0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *