Política

Governador Camilo Santana recusa convite para estar com Bolsonaro no Ceará


O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), recusou um convite do presidente Jair Bolsonaro para participar da inauguração de um trecho da obra de transposição do Rio São Francisco no Estado nesta última sexta-feira (26).

Bolsonaro chamou o petista para sua primeira visita ao Ceará e afirmou, em transmissão nas redes sociais, que o governo federal “não tem oposição”. O chefe do Planalto embarcou pela manhã para agendas em Juazeiro do Norte e Penaforte, onde acompanhará o acionamento das comportas da estrutura.

Uma visita conjunta com Camilo Santana ao local da obra ou pelo menos um cumprimento no aeroporto em Juazeiro do Norte foi sugerido. Na última quinta-feira (25), o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, esteve com Camilo Santana em Fortaleza e levou pessoalmente o convite de Bolsonaro para o evento.

Durante a pandemia de covid-19, Bolsonaro criticou governadores pelas medidas de isolamento social e foi alvo de uma série de críticas – inclusive em cartas assinadas com outros Estados – feitas por Camilo Santana.

Pelas redes sociais, o governador petista agradeceu a contribuição de todos os presidentes da República desde Luiz Inácio Lula da Silva, citando Jair Bolsonaro, e afirmou que só vai ao local após a pandemia de covid-19. O Ceará ultrapassou 100 mil casos da doença e registrou 5.895 mortes pela doença até quinta-feira, de acordo com a Secretaria de Saúde do Estado.

comments icon0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com