18 de Setembro de 2021

Dólar

Euro

Eleições 2020

Jornal Primeira Página > Notícias > Eleições 2020 > Laíde da UIPA, após 20 anos, não será mais vereadora a partir de 2021

Laíde da UIPA, após 20 anos, não será mais vereadora a partir de 2021

Parlamentar não consegue a reeleição, seria o sexto mandato consecutivo

11/12/2020 06h44 - Atualizado há 9 meses Publicado por: Redação
Laíde da UIPA, após 20 anos, não será mais vereadora a partir de 2021 Foto: Luis Morelli

Após 20 anos como vereadora e defensora da causa animal há 35 anos, Laíde das Graças Simões, a Laíde da UIPA, não se reelege em São Carlos e espera que a população continue a cobrar proteção para os animais e pede ética aos vereadores eleitos.

Vereadora por cinco mandatos consecutivos, Laíde da UIPA disse que os vereadores não se preocupavam com a causa animal quando chegou em 2.000 no legislativo. “Quando eu cheguei aqui, ninguém sabia nem que cachorro latia, ninguém se preocupava com isso. Me olhavam como se eu fosse um bicho também, acharam estranho eu estar aqui no meio de tanto vereador. Eu fui conquistando meu espaço e dei a voz a causa animal”, afirmou.

“Depois de 20 anos, a defesa dos animais é muito importante e mudou demais. A valorização do animal, a questão de você cuidar melhor do animal, de você denunciar maus tratos, tudo isso foi ampliado graças ao meu mandato aqui em São Carlos e me sinto muito orgulhosa e satisfeita por eu ter tido essa oportunidade de ficar aqui por duas décadas”, complementou.

Laíde acredita que tudo tem seu tempo e a transformação faz parte da vida. “Também acredito que tudo tem seu tempo, as coisas têm que mudar de lugar, tem que se transformar, faz parte da vida e eu respeito a escolha das pessoas. Foi uma coisa que eu sempre desejei, eu não queria nunca parar. Eu acho que isso é um direito da população de escolher o seu candidato, aceito com tranquilidade a resposta dos eleitores, vou cumprir o mandato até o dia 31 de dezembro”, ressaltou.

A parlamentar disse que vai continuar o seu trabalho em prol da causa animal, o que faz há 35 anos. “A partir de janeiro vou dar continuidade no meu trabalho voluntário, como sempre fiz, nunca parei. Vou ter mais tempo para me dedicar lá. Saio com a minha consciência tranquila e de cabeça erguida. Sempre fiz meu trabalho com muito respeito e muita ética. Na Câmara Municipal conquistei muita coisa e conquistei muitos amigos. Então, acho que a minha passagem foi muito boa no legislativo e só me traz boas lembranças, as dificuldades a gente esquece, e o mais importante é o resultado pela questão dos animais”, enfatizou.

Laíde disse contar com a ética dos vereadores eleitos, quando foi questionada se a defesa dos animais será prejudicada com a sua saída. “Eu só conto com a ética dos vereadores, para que mantenha a nossa legislação, que é vigente, e que proporciona um trabalho muito bom por parte do executivo baseado nessa lei, no Código Municipal de Proteção Animal de São Carlos. Eu acredito que a continuidade vai ser cobrada pela própria população”, concluiu a vereadora.

Eleições 2020

A Laíde da UIPA, não conseguiu a reeleição nas eleições de 2020. Ela foi a terceira candidata mais votada do PSDB com 1.121 votos, mas acabou não sendo o suficiente para conseguir o sexto mandato consecutivo.

Laíde disse que o alto número de abstenções (29,89%) e a divisão de votos prejudicou suas chances de continuar na Câmara Municipal. “Muita gente não votou, não pôde ir até a escola votar, teve muita gente que foi e não aguentou esperar a fila, e teve muita evasão de eleitor. Também teve muitos candidatos pela causa animal e dividiu os votos. Então, a parte de votos que eu recebo na atuação animal foi prejudicada”, explicou.

História política – Fonte: Câmara Municipal de São Carlos

Laíde das Graças Simões nasceu em São Paulo, em 1952. Em 1971 mudou-se para São Carlos, e adotou a cidade como sua terra e o povo são-carlense como sua gente. Aqui obteve o grau de Licenciatura em Estudos Sociais. Trabalhou na CBT, entre 1973 e 1983, como secretária do Departamento de Compras. Em 1989, associou-se à UIPA- União Internacional Protetora dos Animais – e, em 1991, assumiu a presidência da entidade até o ano de 2001.

Em 1996, Laíde filiou-se ao Partido Verde, candidatou-se a um lugar como representante do povo, não obtendo sucesso. Continuou seu trabalho permanente em prol dos animais e, em 2000, filiada ao PTB, candidatou-se a uma cadeira na Câmara Municipal de São Carlos, tendo sido a primeira vereadora eleita, no Estado de São Paulo, defendendo proposta genuinamente voltada à proteção animal. Durante os 20 anos como vereadora, apresentou proposituras e conseguiu o encaminhamento e a aprovação de leis que fundamentaram o estabelecimento de políticas públicas em sua área de atuação, levando São Carlos a receber o título de “Cidade Amiga dos Animais”.

Em seu quinto mandato consecutivo (2017-2020), participou em diversas comissões técnicas da Casa, como a da Defesa do Consumidor e Direitos Humanos, a de Economia, Finanças e Orçamento e as de Meio Ambiente e Legislação, Justiça e Redação.

A vereadora, defendeu importantes bandeiras, como o respeito às mulheres, ao patrimônio histórico e cultural e apoiou diversas entidades beneficentes que atuam em nosso município. Recentemente conseguiu a aprovação do Código Municipal de Proteção aos Animais e o Conselho Municipal de Defesa dos Animais, legislações essas que favorecem as ações do poder público e entidades, na manutenção das políticas públicas criadas pela parlamentar.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x