18 de Outubro de 2021

Dólar

Euro

Política

Jornal Primeira Página > Notícias > Política > Melo não descarta aliança com o PT

Melo não descarta aliança com o PT

13/09/2011 20h50 - Atualizado há 10 anos Publicado por: Redação
Melo não descarta aliança com o PT

Dagnone de Melo: Aliança com PT é possívelSurpreendendo a todos, o ex-prefeito João Otávio Dagnone de Melo afirmou hoje que seu grupo político, formado por DEM, PSD, PP e talvez o PPS, não descarta uma aliança com o Partido dos Trabalhadores para a disputa das eleições de 2012.  A revelação foi feita  durante o programa Intersom Debates, da emissora de rádio Intersom FM. “Tenho um bom relacionamento com o professor Oswaldo Barba, que é um homem educado. Seu governo pode enfrentar algumas dificuldades, mas nada temos contra ele”.

 Melo também ressaltou que vê hoje com ceticismo o desenrolar da chamada Frente Ampla (união de partidos de oposição ao PT). Ele critica principalmente a postura dos tucanos. Segundo Melo, ao invés de buscar uma união, o PSDB age como quem deseja uma “adesão” dos demais partidos ao seu projeto político para 2012.  Melo lembra que não rompeu com a Frente Ampla.

A troca de comando na Oficina Cultural foi citada por Melo. Ele não questiona a capacidade do professor  Ney Vilela para assumir o cargo de coordenador da Oficina no lugar de Maria Inês Cornicelli Botta. Melo confessa que ficou sabendo das mudanças pelo jornal. “Num momento de união isso acontece? Imagina se o PSDB vence as eleições?”, questionou.  Melo falou que tanto o chefe da Casa Civil, Sidnei Beraldo quanto o governador Geraldo Alckmin foram alertados de que os partidos de oposição em São Carlos não estavam aderindo ao PSDB, mas sim querendo criar uma frente onde todos tivessem o mesmo poder para discutir questões consensualmente. Para o ex-prefeito,  a desunião da oposição garante a reeleição do prefeito Barba.

Para o ex-prefeito, no atual momento, o cidadão comum não está envolvido com a política. Ele enfatizou que o operário de uma fábrica, por exemplo, que acorda de madrugada e dorme cedo, vê a política com “ódio” devido aos escândalos de corrupção em Brasília. “Na verdade o voto é decidido no domingo anterior às eleições, quando a família se reúne para almoçar uma deliciosa macarronada”.{jcomments on}

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x