21 de Setembro de 2021

Dólar

Euro

Política

Jornal Primeira Página > Notícias > Política > Município de Porto Ferreira já teve vice-governador e deputado estadual

Município de Porto Ferreira já teve vice-governador e deputado estadual

Apesar de pequena na demografia e na dimensão física, Porto Ferreira já teve grandes políticos que conquistaram várias obras para cidade

29/07/2021 15h44 - Atualizado há 2 meses Publicado por: Redação
Município de Porto Ferreira já teve vice-governador e deputado estadual Fotos: Divulgação
Marco Rogério

Apesar de ser um município pequeno, Porto Ferreira já conseguiu grande força política, elegendo um vice-governador e um deputado estadual. Erlindo Salzano e Dorival Braga, respectivamente, foram os autores de tais façanhas.

Erlindo Salzano foi eleito como vice-governador na chapa de Lucas Nogueira Garcez em 1950 enquanto Dorival Braga, conseguiu ocupar por cerca de 10 anos, uma cadeira na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

DEPUTADO ESTADUAL – Odontólogo formado pela UNESP de Araraquara, Dorival Braga foi jogador profissional de vôlei. Iniciou sua trajetória política em 1972, quando foi eleito prefeito de Porto Ferreira. _Prefeito de Porto entre 1973 e 1976 e de 1983 a 1988, após excelente votação para deputado estadual em 1990, conseguiu assumir uma cadeira na Assembleia Legislativa em 1992. Em 1994 e 1998, Dorival conseguiu a reeleição. Nas Eleições de 2002, disputada pelo PTB, obteve 14.684 votos na cidade e 50.757 votos no estado, número insuficiente para a reeleição Em 1996, de quebra, elegeu seu filho, André, como prefeito de Porto Ferreira. Em 2012 ele se elegeu vereador e sua filha, Renata, elegeu-se prefeita.

Nas eleições de 2008 foi candidato pela quarta vez a prefeito de Porto Ferreira, pelo PSDB, tendo como vice o sobrinho Gustavo Braga, onde obteve 12.478 votos e foi derrotado por Maurício Spoton Rasi (PT), que obteve 17.287 votos.

VICE-GOVERNADOR – Erlindo Salzano nasceu em Porto Ferreira em 30 de Março de 1907, filho de Paschoal Salzano e de Maria Libertucci. Terminou o curso preliminar em 1917, continuando a estudar em Pirassununga onde cursou a Escola Complementar. Em 1920 preparou-se para os exames de admissão ao ginásio “Culto e Ciência”, de Campinas.

Por dominar quatro idiomas inglês, francês, alemão e russo, foi-lhe possível manter-se e estudar na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Começou a fazer traduções, trabalho bastante lucrativo na época.

Nessa ocasião começou a fazer algumas economias, quando foi sorteado para o serviço militar em Mato Grosso e, a duras penas, conseguiu transferência para o 4º B.C., em São Paulo.

Seu quinto ano de medicina foi cumprido quando ainda estava no quartel, continuando à noite com as traduções que eram seu ganha pão. Sua família passava por algumas dificuldades financeiras e nada fácil foi a situação enfrentada.

Logo depois de formado à custa de muito sacrifício, tomou parte na Revolução Constitucionalista. Em março de 1933 ingressou na Força Pública do Estado, como médico.

Em seguida, fez o curso de Medicina Esportiva na Escola de Educação Física do Exército, no Forte São João. Em 1934 foi efetivado no Posto de Tenente-Médico e promovido a Capitão em 1939.Lecionou durante vários anos na Escola Superior de Educação Física do Estado matérias de sua especialidade: cinesiologia, ginástica ortopédica e fisioterapia.

Iniciou suas atividades político-administrativas em companhia de Adhemar Pereira de Barros, exercendo vários cargos públicos, entre os quais o de Diretor da Superintendência das Estâncias Hidrominerais, Presidente do Instituto da Previdência do Estado e Diretor Geral do Departamento de Saúde Pública do Ministério da Saúde.

Em 3 de outubro de 1950, por voto direto, foi eleito Vice-Governador do Estado, sendo Lucas Nogueira Garcez eleito Governador. Apesar da agitada vida de homem público sempre teve sua família radicada em Porto Ferreira, terra onde nasceu e sempre amou.

Filho ilustre de Porto Ferreira, Erlindo Salzano foi grande responsável pelo progresso da cidade, por sua influência junto aos órgão governamentais, pelas doações de terra para bens públicos e instituições particulares, assim como centenas de lotes para pessoas com parcos recursos que sonhavam ter casa própria.

A instalação, em 1952, da “Cristaleira Americana Ltda” então fábrica de vidro plano, e hoje de propriedade da multinacional Verallia, deve-se à intercessão de Erlindo Salzano, junto à empresários. Casado com Eucharis Fortes, tiveram os filhos Elcie, Erany, Erlindo Justino (Tita), promotor público e Evelcor, industrial e renomado advogado.

Em 22 de julho de 1985 Erlindo Salzano recebeu a Medalha Cívica “29 de Julho”, honraria concedida pela Câmara Municipal de Porto Ferreira. Com 82 anos de idade, faleceu em São Paulo a 3 de outubro de 1989. No dia seguinte, às 12 horas, seu corpo foi cremado e as cinzas trazidas para Porto Ferreira e depositadas na capela da chácara Vale Encantado, de propriedade da família.

O MAIS JOVEM – Eleito Em 2016 e reeleito em 2020 como prefeito de Porto Ferreira, o administrador público formado pela UNESP e ex-vereador, Rômulo Rippa, foi o mais jovem político eleito prefeito de Porto Ferreira. Ele marcou seus mandatos por um pacote de obras viabilizado por um empréstimo de R$ 23 milhões junto à Caixa Econômica Federal.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x